Propriedades da vitamina E: Quais seus benefícios?

Os benefícios das vitaminas foram amplamente estudados desde o início do século passado. Em 1922 (1), por exemplo, foi descoberta e começaram as pesquisas sobre as propriedades da vitamina E. Ao longo desses quase 100 anos, o que mais atrai no nutriente é a capacidade de retardar o envelhecimento e melhorar o sistema imunológico.

Mesmo assim, a grande estrela entre as propriedades da vitamina E é o seu caráter antioxidante (2). Ou seja, ela tem alto poder contra os radicais livres, a quem o organismo está exposto constantemente. Por isso, neste artigo vamos falar sobre como a vitamina E pode ajudar a manter-se mais saudável. Preparado? Então, vamos lá!

Pontos-chave

  • Uma das principais propriedades da vitamina E está na sua capacidade de fortalecer o sistema imunológico. Por isso é tão importante manter esse nutriente em níveis equilibrados, seja por meio da dieta ou com o uso de suplementos.
  • Ao optar pela suplementação, assegure-se de comprar suplementos de vitamina E que contenham uma dose segura do nutriente. Se escolher os suplementos lipossomais da Sundt Nutrition, você não terá nenhum problema.
  • Este tipo de suplemento utiliza da mais inovadora tecnologia para promover a quantidade ideal de nutrientes sem que você precise alterar a sua rotina. Certamente, são produtos que vão te encantar!

Quais as propriedades da vitamina E?

Quem é que não gostaria de ter uma pele macia como um pêssego? Ou manter o sistema imune sempre pronto para lutar contra vírus e infecções? Pois estas são apenas algumas das propriedades da vitamina E — ou tocoferol — E é sobre isso que falaremos a partir de agora!

Regula o sistema imunológico

A vitamina E é um poderoso antioxidante lipossolúvel que se encontra em maior quantidade nas células de defesa. São elas que atuam quando o corpo entra em contato com vírus e bactérias nocivos. Isto significa que manter os níveis saudáveis de vitamina E pode ajuda a (4, 5, 6):

  • Reduzir o risco de sofrer com doenças respiratórias. O papel imunorregulador da vitamina E está associado à redução do risco de enfermidades infecciosas, especialmente nas vias respiratórias;
  • Controlar a asma. A mesma característica que mantém o sistema de defesa sempre equilibrado é responsável por diminuir a incidência de episódios alérgicos, como as crises de asma;
  • Especialmente adequada para pessoas mais velhas. Os estudos médicos em pessoas com idade avançada mostram que os níveis recomendados de vitamina E podem melhorar a resposta imune a processos inflamatórios em pessoas deste grupo.

A resposta de um indivíduo à ação da vitamina E pode varia de acordo com alguns fatores como a idade, o estado de saúde e nutricional, além da genética. Ainda faltam estudos conclusivos, mas os resultados são promissores para todos s grupos!

propriedades da vitamina e
Entre as principais propriedades da vitamina E estão sua proteção ao sistema imune. Por isso, é fundamental contar com este nutriente, seja por meio dos alimentos ou recorrendo à suplementação. (Fonte: Kasto: 57661725/ 123rf.com)

Melhora a pele

A vitamina E tem efeitos extraordinários sobre a pele. Ainda há muito o que estudar sobre a ação deste maravilhoso antioxidante na dermatologia, mas evidências científicas sugerem que (7, 8, 9):

Protege do dano solar

Como poderoso antioxidante, a vitamina E pode absorver a energia da luz ultravioleta (UV). Desta forma, tem colaboração importante na foto proteção, prevenindo os danos causados pelos radicais livres induzidos pelos raios UV. Boa notícia, não é mesmo?

Previne doenças cutâneas

Existem muitos relatos médicos que citam o uso, com sucesso, da vitamina E no combate à doenças cutâneas inflamatórias crônicas. Neste tipo de tratamento, o nutriente é geralmente usado em combinação com a vitamina D ou a C, ainda que os estudos a respeito não sejam conclusivos.

Cicatriza feridas

Existem evidências de que a vitamina E, conjuntamente com o zinco e a vitamina C, aceleram o processo de cicatrização de feridas. Apesar de não haver estudos esclarecedores a respeito, a vitamina E já é utilizada no tratamento de escaras e queimaduras.

propriedades da vitamina e
A vitamina E tem efeitos extraordinários sobre a pele. (Fonte: Park Street: 0_mcyfdyeda/ Unsplash.com)

Cuida do coração e das artérias

As doenças cardiovasculares como a aterosclerose (obstrução das artérias), podem provocar infartos e acidentes vasculares. A vitamina E diminui o estresse oxidativo, que é a possível origem dessas enfermidades. Os estudos científicos demonstraram, até o momento, que (19, 11):

  •  A vitamina E protege o coração. A vitamina E é cardioprotetora em alguns pacientes submetidos a níveis elevados de estresse oxidativo. Ela é especialmente eficaz quando se sofre um infarto, mas não há registros sobre o efeito preventivo do nutriente;
  • A vitamina E pode controlar a hipertensão. Uma ingestão maior de vitamina E pode estar associada a uma menor prevalência de hipertensão arterial. Apesar dos resultados promissores, essa tese ainda precisa de mais investigação.

Melhora os músculos

A deficiência de vitamina E pode provocar danos aos nervos e aos músculos, levando à fraqueza muscular. Durante o exercício intenso, a produção de radicais livres é aumentada. Por isso, muitos atletas costumam usar suplementos antioxidantes contra a fadiga e lesões nos músculos. Os estudos mais recentes indicam que (4, 12, 13, 14, 15, 16):

  • Quem é esportista consome mais vitamina E. Os esportistas que ingerem pouca vitamina E e costumam manter uma alimentação pobre em gorduras, podem se beneficiar com a suplementação deste nutriente;
  • Sem vitamina E, aumenta a fadiga muscular. As baixas reservas deste nutriente essencial pode aumentar o cansaço dos seus músculos, especialmente após treinos intensos;
  • A vitamina E pode ajudar as pessoas que fazem exercícios. Há estudos que comprovam que a suplementação com vitamina E pode proteger contra a inflamação, o dano muscular e o estresse oxidativo induzido pelos exercícios. Da mesma forma, combate a perda de força muscular e a fadiga;
  • A vitamina E previne os danos musculares. Em resumo, podemos dizer que evitar a carência da vitamina E ajuda na prevenção dos danos causados pelos radicais livres e das lesões musculares.
propriedades da vitamina e
A vitamina E é cardioprotetora em alguns pacientes submetidos a alto nível de estresse oxidativo. (Fonte: Jakkapan: 43296691/ 123rf.com)

Poderia evitar enfermidades neurológicas

Ainda se discute nos círculos acadêmicos, mas os mais recentes estudos mostram que a vitamina E poderia prevenir alguns transtornos neurológicos, como a doença de Alzheimer. As pesquisas apontam para as seguintes propriedades (17, 18, 19):

  • Melhor rendimento cognitivo. Os níveis saudáveis de vitamina E no sangue podem estar associados a um desempenho intelectual mais satisfatório;
  • Envelhecimento cerebral saudável. Apesar de ainda ser necessário mais investigação a respeito, os estudos sugerem que a vitamina E é um composto nutricional capaz de promover o envelhecimento saudável das estruturas cerebrais e retardar os sintomas do Alzheimer.

Como aproveitar ao máximo as propriedades da vitamina E

Agora que você já sabe quais as principais propriedades da vitamina E, pode estar se perguntando como poderá desfrutar de todos os benefícios deste incrível nutriente. Implementar a vitamina E na sua rotina é simples: pode ser por meio de alimentos ricos neste nutriente ou pelo uso de suplementos lipossomais da Sundt Nutrition. Se você ainda não conhece esse produto, vamos falar sobre ele em instantes!

Alimentos que garantem as propriedades da vitamina E

A vitamina E está presente em alguns alimentos que são fundamentais na dieta que quem pretende obter os níveis adequados do nutriente apenas por meio do cardápio diário. Guiado pelo consumo de vitamina E durante as refeições, a ingestão nutricional recomendada é de (20, 21, 22):

  • Homens. A partir dos 14 anos de idade, 13 miligramas (mg) diários;
  • Mulheres. A partir dos 14 anos de idade, 13 miligramas (mg) ao dia.

As maiores concentrações de vitamina E estão nas gorduras saudáveis, como o azeite de oliva, as amêndoas e outros frutos secos. Além disso, o nutriente pode ser encontrado em outros alimentos, mas em menor medida. Vamos à tabela:

Alimentos Conteúdo de vitamina E (mg em 100 gramas)
Óleo de gérmen de trigo 650
Óleo de girassol 56
Sementes de girassol 37-38
Amêndoas e avelãs (torradas ou cruas) 26-27
Azeite de oliva 18
Cereais de trigo ou milho 17
Amendoim 10
Óleo de soja ou de milho 7
Morangos, aspargos verdes, ervilhas, feijão branco, manteiga e peixes de água fria 2

Há, ainda, outros alimentos do dia a dia que contêm vitamina E em baixa concentração. Veja quais são eles:

  • Arroz integral, repolho, brócolis, pera, espinafre, sementes de abóbora;
  • Amora silvestre, maçã, chocolate, cenoura, banana, alface.

Suplementos lipossomais para desfrutar das propriedades da vitamina E

Se você nunca ouviu falar sobre os suplementos lipossomais, não está sozinho! Trata-se de uma tecnologia recente e muito inovadora, baseada em importantes evidências científicas. Para manter sua nutrição em dia, nós recomendamos os suplementos lipossomais da Sundt Nutrition. E explicamos o porquê! (23, 24)

Obtenção da máxima biodisponibilidade

A biodisponibilidade é a porcentagem de um nutriente que chega ao organismo. No caso dos suplementos lipossomais da Sundt, significa que você vai contar com mais vitamina E e que ela estará disponível no seu organismo mais rapidamente do que quando você usa um suplemento convencional. Uma grande vantagem, não é?

São encapsulados em lipossomas

Mas o que são lipossomas, afinal? Em suma, pode-se dizer que são uma espécie de “bolha” onde se encapsula a vitamina E para que o tráfego pelo fluxo sanguíneo seja mais rápido e natural. Isso ocorre porque a estrutura química dos lipossomas é muito parecida com a das células humanas, como explicamos neste artigo.

Livre de açúcares

Se você é diabético, tem mais uma vantagem no uso dos suplementos lipossomais da Sundt Nutrition, que não contêm açúcar. O mesmo vale para quem é vegano ou vegetariano. Os produtos utilizam matéria prima 100% natural, com cultivo ecológico, sem manipulação genético e a nossa produção é totalmente cruelty free.


Nossa conclusão

Você imaginava que a vitamina E poderia trazer tantos benefícios? Como vimos neste artigo, ela é essencial por seu poder antioxidante e o auxílio para manter o bom funcionamento do organismo. A questão que poderia rondar seus pensamentos é: quanta gordura saudável será preciso consumir para obter os níveis ideais deste nutriente?

Neste artigo, mostramos como, além da dieta equilibrada, a utilização de suplementos lipossomais, como os da Sundt Nutrition, pode ser a alternativa para aproveitar ao máximo todas as propriedades da vitamina E, com a certeza de ingerir um produto seguro, eficaz e com a melhor relação custo benefício.

Esperamos que este material tenha sido útil na sua decisão de incrementar a ingestão de vitamina E por meio de suplementos. Se gostou, aproveite para nos deixar um comentário e compartilhar com amigos. Muito obrigado.

(Fonte da imagem destacada: Rido: 121442126/ 123rf.com)

Referências(24)

  1. Vitamin E: structure, properties and functions. Etsuo Niki and Kouichi Abe, CHAPTER 1: Vitamin E: Structure, Properties, and Functions, in Vitamin E: Nutritional Benefits and Chemistry, 2019, pp. 1-11 DOI: 10.1039 / 9781788016216-00001 eISBN: 978-1-78801-621 -6 Disponível online
  2. The European perspective on vitamin E: current knowledge and future research. Regina Brigelius-Flohé, Frank J. Kelly , Jukka T Salonen , Jiri Neuzil , Jean-Marc Zingg , Angelo Azzi. The American Journal of Clinical Nutrition, Volume 76, Number 4, October 2002, Pages 703–716,
  3. Chapter 9. Vitamin E. The Food and Agriculture Organization of the United Nations (FAO). Disponível online
  4. Vitamin E. Consumer fact sheet. National Institutes for Health (NIH). Disponível online
  5. Regulatory role of vitamin E in the immune system and inflammation. Erin Diane Lewis, Simin Nikbin Meydani y Dayong Wu. Disponível online
  6. Outlook: Should Vitamin E Recommendations For Older Adults Be Increased? Simin Nikbin Meydani , Erin Diane Lewis y Dayong Wu. Disponível online
  7. Vitamin E and skin health. Oregon State University. Linus Pauling Institute. Alexander J. Michels, Ph.D., and Maret G. Traber, Ph.D. Disponível online
  8. Vitamin E in dermatology. Mohammad Abid Keene Iffat Hassan. doi: 10.4103 / 2229-5178.185494 Disponível online
  9. The role of topical vitamin E in the treatment of scars: a systematic review. Volkan Tanaydin, MD, Jurek Conings, medical doctor, Masoud Malyar, BSc , René van der Hulst, MD, PhD , Berend van der Lei, MD, PhD. Magazine of Cosmetic Surgery, Volume 36, Number 8, September 2016, Pages 959–965, https://doi.org/10.1093/asj/sjw046. Disponível online
  10. Vitamin E in the prevention of cardiovascular diseases: the importance of an adequate selection of patients. Moshe Vardi , Nina S. Levy and Andrew P. Levy. doi: 10.1194 / jlr.R026641 Disponível online
  11. Cardiovascular and metabolic protection by vitamin E: a question of treatment strategy? Melanie Ziegler,Maria Wallert, Stefan Lorkowski and Karlheinz Peter. Doi: 10.3390 / antiox9100935 Disponível online
  12. Promotion of plasma membrane repair by vitamin E. Amber C. Howard ,Anna K. McNeil and Paul L. McNeil. Disponível online
  13. Low-frequency fatigue as an indicator of exercise-induced eccentric muscle injury: the role of vitamin E. Antonios Kyparos, Michalis G. Nikolaidis, Konstantina Dipla,Andreas Zafeiridis, Vassilis Paschalis, Gerasimos V. Grivas, Anastasios A. Theodorou, Maria Albani, Chrysoula Matziari, y Ioannis S. Vrabas. Disponível online
  14. Resistance exercise and vitamin E supplements. Yoshikazu Takanami, Hisao Iwane, Yukari Kawai and Teruichi Shimomitsu. DOI: 10.2165 / 00007256-200029020-00001. Disponível online
  15. Antioxidants and exercise performance: with special attention to vitamin E and C supplementation. Madalyn Riley Higgins, Azimeh Izadi 2OrcID yMojtaba Kaviani. College of Pure and Applied Sciences, College of Nutrition and Dietetics, Acadia University, Wolfville, Canada. Department of Biochemistry and Diet Therapy, Faculty of Nutrition and Food Sciences, Tabriz University of Medical Sciences, Iran. Disponível online
  16. Silva, LA; Pinho, CA; Silveira, PC; Tuon, T .; De Souza, CT; Dal-Pizzol, F .; Pinho, RA Supplementation with vitamin E decreases muscle and oxidative damage but not the inflammatory response induced by eccentric contraction. J. Physiol. Sci. 2010, 60, 51. Disponível online
  17. Effects of vitamin E on cognitive performance during aging and Alzheimer’s disease. Giorgio La Fata, Peter Weber and M. Hasan Mohajeri. Disponível online
  18. Vitamin E: its role in neurological function. DP Muller. doi: 10.1136 / pgmj.62.724.107 Disponível online
  19. Vitamin E. Fact Sheet for Health Professionals. National Institutes for Health (NIH). Disponível online
  20. Alimentos con vitamina E. Tatiana Zanin. Nutricionista. Universidad Católica de Santos con registro profesional CRN-3 nº 15097. Disponível online
  21. Informe del Comité Científico de la Agencia Española de Seguridad Alimentaria y Nutrición (AESAN) sobre Ingestas Nutricionales de Referencia para la población española. Disponível online
  22. Alimentos que destacan por su contenido en vitamina E. Fisterra, Elsevier. Atención primaria en la red. Disponível online
  23. Liposomal-encapsulated Ascorbic Acid: Influence on Vitamin C Bioavailability and Capacity to Protect Against Ischemia–Reperfusion Injury. Janelle L. Davis, Hunter L. Paris, Joseph W. Beals, Scott E. Binns, Gregory R. Giordano, Rebecca L. Scalzo, Melani M. Schweder, Emek Blair and Christopher Bell. Journal ListNutr Metab Insightsv.9; 2016PMC4915787. Disponível online
  24. Therapeutic Uses of Antioxidant Liposomes. Guest Editor (s): Subhash C. Basu and Manju Basu Department of Chemistry and Biochemistry, University of Notre Dame, Notre Dame. William L. Stone, Shyamali Mukherjee, Milton Smith and Salil K. Das. Disponível online
Anterior Frutas ricas em ferro: As 5 principais Próximo Como cortar a diarreia?
Artigo científico
Vitamin E: structure, properties and functions. Etsuo Niki and Kouichi Abe, CHAPTER 1: Vitamin E: Structure, Properties, and Functions, in Vitamin E: Nutritional Benefits and Chemistry, 2019, pp. 1-11 DOI: 10.1039 / 9781788016216-00001 eISBN: 978-1-78801-621 -6 Disponível online
Ir para a fonte
Artigo científico
The European perspective on vitamin E: current knowledge and future research. Regina Brigelius-Flohé, Frank J. Kelly , Jukka T Salonen , Jiri Neuzil , Jean-Marc Zingg , Angelo Azzi. The American Journal of Clinical Nutrition, Volume 76, Number 4, October 2002, Pages 703–716,
Ir para a fonte
Artigo científico
Chapter 9. Vitamin E. The Food and Agriculture Organization of the United Nations (FAO). Disponível online
Ir para a fonte
Artigo científico
Vitamin E. Consumer fact sheet. National Institutes for Health (NIH). Disponível online
Ir para a fonte
Artigo científico
Regulatory role of vitamin E in the immune system and inflammation. Erin Diane Lewis, Simin Nikbin Meydani y Dayong Wu. Disponível online
Ir para a fonte
Artigo científico
Outlook: Should Vitamin E Recommendations For Older Adults Be Increased? Simin Nikbin Meydani , Erin Diane Lewis y Dayong Wu. Disponível online
Ir para a fonte
Artigo científico
Vitamin E and skin health. Oregon State University. Linus Pauling Institute. Alexander J. Michels, Ph.D., and Maret G. Traber, Ph.D. Disponível online
Ir para a fonte
Artigo científico
Vitamin E in dermatology. Mohammad Abid Keene Iffat Hassan. doi: 10.4103 / 2229-5178.185494 Disponível online
Ir para a fonte
Artigo científico
The role of topical vitamin E in the treatment of scars: a systematic review. Volkan Tanaydin, MD, Jurek Conings, medical doctor, Masoud Malyar, BSc , René van der Hulst, MD, PhD , Berend van der Lei, MD, PhD. Magazine of Cosmetic Surgery, Volume 36, Number 8, September 2016, Pages 959–965, https://doi.org/10.1093/asj/sjw046. Disponível online
Ir para a fonte
Artigo científico
Vitamin E in the prevention of cardiovascular diseases: the importance of an adequate selection of patients. Moshe Vardi , Nina S. Levy and Andrew P. Levy. doi: 10.1194 / jlr.R026641 Disponível online
Ir para a fonte
Artigo científico
Cardiovascular and metabolic protection by vitamin E: a question of treatment strategy? Melanie Ziegler,Maria Wallert, Stefan Lorkowski and Karlheinz Peter. Doi: 10.3390 / antiox9100935 Disponível online
Ir para a fonte
Artigo científico
Promotion of plasma membrane repair by vitamin E. Amber C. Howard ,Anna K. McNeil and Paul L. McNeil. Disponível online
Ir para a fonte
Artigo científico
Low-frequency fatigue as an indicator of exercise-induced eccentric muscle injury: the role of vitamin E. Antonios Kyparos, Michalis G. Nikolaidis, Konstantina Dipla,Andreas Zafeiridis, Vassilis Paschalis, Gerasimos V. Grivas, Anastasios A. Theodorou, Maria Albani, Chrysoula Matziari, y Ioannis S. Vrabas. Disponível online
Ir para a fonte
Artigo científico
Resistance exercise and vitamin E supplements. Yoshikazu Takanami, Hisao Iwane, Yukari Kawai and Teruichi Shimomitsu. DOI: 10.2165 / 00007256-200029020-00001. Disponível online
Ir para a fonte
Artigo científico
Antioxidants and exercise performance: with special attention to vitamin E and C supplementation. Madalyn Riley Higgins, Azimeh Izadi 2OrcID yMojtaba Kaviani. College of Pure and Applied Sciences, College of Nutrition and Dietetics, Acadia University, Wolfville, Canada. Department of Biochemistry and Diet Therapy, Faculty of Nutrition and Food Sciences, Tabriz University of Medical Sciences, Iran. Disponível online
Ir para a fonte
Artigo científico
Silva, LA; Pinho, CA; Silveira, PC; Tuon, T .; De Souza, CT; Dal-Pizzol, F .; Pinho, RA Supplementation with vitamin E decreases muscle and oxidative damage but not the inflammatory response induced by eccentric contraction. J. Physiol. Sci. 2010, 60, 51. Disponível online
Ir para a fonte
Artigo científico
Effects of vitamin E on cognitive performance during aging and Alzheimer’s disease. Giorgio La Fata, Peter Weber and M. Hasan Mohajeri. Disponível online
Ir para a fonte
Artigo científico
Vitamin E: its role in neurological function. DP Muller. doi: 10.1136 / pgmj.62.724.107 Disponível online
Ir para a fonte
Artigo científico
Vitamin E. Fact Sheet for Health Professionals. National Institutes for Health (NIH). Disponível online
Ir para a fonte
Artigo científico
Alimentos con vitamina E. Tatiana Zanin. Nutricionista. Universidad Católica de Santos con registro profesional CRN-3 nº 15097. Disponível online
Ir para a fonte
Artigo científico
Informe del Comité Científico de la Agencia Española de Seguridad Alimentaria y Nutrición (AESAN) sobre Ingestas Nutricionales de Referencia para la población española. Disponível online
Ir para a fonte
Artigo científico
Alimentos que destacan por su contenido en vitamina E. Fisterra, Elsevier. Atención primaria en la red. Disponível online
Ir para a fonte
Artigo científico
Liposomal-encapsulated Ascorbic Acid: Influence on Vitamin C Bioavailability and Capacity to Protect Against Ischemia–Reperfusion Injury. Janelle L. Davis, Hunter L. Paris, Joseph W. Beals, Scott E. Binns, Gregory R. Giordano, Rebecca L. Scalzo, Melani M. Schweder, Emek Blair and Christopher Bell. Journal ListNutr Metab Insightsv.9; 2016PMC4915787. Disponível online
Ir para a fonte
Artigo científico
Therapeutic Uses of Antioxidant Liposomes. Guest Editor (s): Subhash C. Basu and Manju Basu Department of Chemistry and Biochemistry, University of Notre Dame, Notre Dame. William L. Stone, Shyamali Mukherjee, Milton Smith and Salil K. Das. Disponível online
Ir para a fonte