Ferro sérico baixo: Causas, sintomas, tratamento e prevenção

Imagem mostra uma criança aparentemente cansada e indisposta.

Todos nós sabemos da importância do ferro para a saúde humana, mas eventualmente alguns termos diferentes podem trazer confusão: Está com ferro sérico baixo ou com suspeita desse problema? Então preparamos um artigo capaz de tirar todas as suas dúvidas!

O ferro sérico é um exame muito requisitado pelos médicos, mas não é o único que avalia a presença do mineral ferro no organismo humano. Vamos explicar nas próximas linhas não só o que esse termo significa, como também o que causa a sua baixa, quais os sintomas do problema e como tratá-lo!

Pontos-chave

  • A importância do ferro para o organismo humano é enorme. Sem ele, o transporte de oxigênio é prejudicado, gerando fraqueza, indisposição, dores pelo corpo e muitos outros sintomas que podem ser graves.
  • O exame de ferro sérico é um dos mais importantes para determinar os níveis de ferro no organismo, mas não o único.
  • Quando há baixa comprovada no nível de ferro, a alimentação é a forma mais simples de recuperar. Em casos específicos, porém, pode ser necessária a suplementação. Opte por produtos de alto nível, como o da Sundt.

Saiba tudo sobre ferro sérico baixo

O nosso guia sobre ferro sérico começa explicando o que exatamente a nomenclatura quer dizer, depois fala sobre causas, sintomas, consequências e tratamentos.

Você encontra a seguir cada uma das respostas mais importantes sobre ferro sérico baixo:

O que é ferro sérico baixo?

O ferro é um dos minerais mais importantes para a vida humana. A principal delas é a participação na hemoglobina, pigmento que é responsável pelo transporte de oxigênio por todo o corpo.

Quando um médico pede um exame de ferro sérico, ele quer saber a mais simples das questões ligadas ao mineral: Quanto de ferro existe no organismo?

Portanto, quando você faz um exame de ferro sérico e recebe um resultado abaixo dos valores esperados, a conclusão é simplesmente de que os valores desse mineral em seu organismo estão baixos e que é necessário trabalhar para que ele seja reposto.

Quais são os exames usados para medir os níveis de ferro no organismo?

Existem outros exames além do ferro sérico que ajudam a medir as quantidades de ferro no organismo. Os mais comuns são o de ferritina e o de transferrina.

A transferrina é a glicoproteína responsável pelo transporte de ferro pelo organismo. Portanto, se o ferro sérico estiver normal, mas a transferrina baixa, o problema pode ser sobre a capacidade de levar o mineral para todas as células.

O exame de ferritina é ainda mais comum: ele avalia a quantidade da glicoproteína responsável pelo armazenamento do ferro. Se estiver em baixa, mostra que o corpo não é capaz de manter reservas do mineral, fazendo com que seus níveis caiam rapidamente e não sejam repostos.

Todos esses três exames costumam ter resultados interligados, mas há doenças ou situações nos quais um pode estar alto e os demais baixos, ou vice-versa.

Você sabia que eventualmente pode receber resultado de ferro sérico alto? As causas mais frequentes para o ferro sérico alto são o consumo excessivo de suplementos do mineral, a neoplasia da medula óssea, o uso de alguns remédios específicos e a anemia perniciosa.

Quais são os níveis esperados de ferro no organismo?

O ferro sérico é medido em nanogramas por decilitros, ou seja, pelo quanto o mineral está presente de maneira proporcional à quantidade de sangue de um organismo.

Nós preparamos uma tabela para te mostrar quais são os resultados possíveis em um exame de ferro sérico. Confira:

Deficiência de ferroResultado normalExcesso de ferro
CriançasAbaixo de 40 ng/dlEntre 40 e 120 ng/dlAcima de 120 ng/dl
Homens adultosAbaixo de 65 ng/dlEntre 65 e 175 ng/dlAcima de 175 ng/dl
Mulheres adultasAbaixo de 50 ng/dlEntre 50 e 170 ng/dlAcima de 170 ng/dl

Qual é a importância de sempre cuidar do nível de ferro sérico?

O conhecimento popular diz que o ferro é fundamental para impedir a anemia e para permitir que nós estejamos sempre fortes e bem dispostos. Mas saiba que esse mineral ainda tem várias outras funções!

Como já mencionamos, a principal função do ferro é relacionada com o transporte de oxigênio por todo o organismo. Ele é fundamental, portanto, para que as células produzam energia e mantenham cada um dos sistemas funcionando bem.

A disposição para o dia a dia é relacionada com o bom nível de ferro no sangue, bem como a saúde mental, a capacidade cardiovascular, a imunidade, a qualidade da pele e muito mais.

Para crianças e adolescentes, o ferro é também importantíssimo no crescimento.

Quais os sintomas causados por ferro sérico baixo?

Muitos sintomas fáceis de se perceber indicam que uma pessoa pode estar com baixo nível de ferro sérico. Nós listamos a seguir os principais:

  • Fadiga e falta de disposição: Quem está constantemente cansado e não consegue realizar as tarefas mais simples do dia a dia pode estar sofrendo com falta de ferro.
  • Palidez: Quando a hemoglobina está baixa, ficamos bem menos corados e com uma aparência sempre pálida e pouco saudável. Esse é um grande indicativo de anemia.
  • Falta de apetite: A ausência de ferro faz com que não haja vontade de se alimentar, o que leva a uma piora ainda maior da situação.
  • Unhas e cabelos quebradiços: Quando não temos bons níveis de ferro no organismo, podemos perceber que nosso corpo fica muito mais frágil. As unhas e os cabelos são os primeiros a sofrerem.
  • Dores pelo corpo e tontura: Em situações já mais extremas, sintomas físicos como dores pelo corpo, tontura e dores de cabeça podem aparecer.

Não espere a falta de ferro se tornar grave: Se perceber fadiga constante, falta de apetite ou palidez, já procure um médico para avaliar as possíveis causas!

O que pode causar uma baixa no ferro sérico?

O principal motivo para a deficiência de ferro em seres humanos é a alimentação ruim. Muitas vezes, não temos tempo, disposição ou condições financeiras para buscarmos refeições de qualidade.

A falta de ferro devido à alimentação pobre é um problema constante no Brasil e em outros países subdesenvolvidos.

Existem ainda algumas outras causas para um nível baixo de ferro sérico: pessoas que perdem sangue constantemente, como aquelas que têm fluxos menstruais intensos, passaram por hemorragias ou possuem doenças que causam sangramentos crônicos, tendem a perder muito do mineral.

Algumas outras condições, como cirurgias no trato intestinal, doença celíaca, parasitoses, verminoses e diarréias frequentes, podem fazer com que a mucosa do intestino passe a absorver menos ferro do que o esperado.

Considerando todas as possibilidades, é sempre necessário fazer uma avaliação dos porquês de você estar com deficiência de ferro!

Como melhorar os níveis de ferro sérico?

Para melhorar os níveis de ferro sérico no organismo, é importante prestar atenção na alimentação. Ingerir alimentos ricos no mineral com frequência faz com que seus níveis melhorem bastante.

Mas algumas vezes, apenas a alimentação pode não ser suficiente. Se existem problemas com baixa absorção ou com perda constante do mineral, é preciso tratar as causas.

Quando há uma causa além de alimentação pobre em ferro para a deficiência do mineral, pode ser necessário tomar um suplemento. Existem vários excelentes produtos disponíveis no mercado, especialmente o da Sundt!

Quais são os alimentos mais ricos em ferro?

Quer garantir uma alimentação rica em ferro? Não se preocupe! Nós vamos te mostrar agora quais são os alimentos que oferecem as melhores quantidades do mineral!

  • Mariscos: Esses frutos do mar muito comuns no litoral são os alimentos que nos dão a maior quantidade de ferro. A cada 100 gramas, possuem nada menos do que 22 mg do mineral!
  • Fígado: Não importa se de vaca, de frango ou de ganso: Por ser o órgão que armazena o ferro dos animais, o fígado é sempre rico no mineral.
  • Semente de abóbora: Para os veganos e vegetarianos que precisam de ferro, não há fonte melhor do que as sementes de abóbora.
  • Feijão: Não é lenda a constante fala sobre “comer feijão” para adquirir ferro: O mineral de fato está muito presente nesses grãos.
Imagem mostra diversos mariscos em uma panela.
Os mariscos são os alimentos campeões em ferro. (Fonte: Free-Photos / Pixabay.com)

Veja na tabela abaixo alimentos ricos em ferro e o quanto do mineral eles oferecem. Tenha em mente que homens precisam em média de 8 miligramas por dia, mulheres, 18 e crianças, de 7 a 10 miligramas por dia.

AlimentoQuantidade de ferro a cada 100 gramas
Mariscos22 mg
Sementes de abóbora14,9 mg
Fígado cozido8,5 mg
Pistache6,8 mg
Gema de ovo5,5 mg
Uva passa4,8 mg
Nozes2,6 mg
Feijão cozido2,5 mg
Atum grelhado2,3 mg
Amendoim2,2 mg

É possível melhorar o ferro sérico através de suplementação?

Sim! Em casos de deficiência mais grave de ferro ou de doenças que façam com que a absorção do mineral seja reduzida, o médico poderá indicar suplementos de ferro.

Existem ótimos suplementos de ferro disponíveis no mercado, especialmente aqueles que usam a tecnologia lipossomal.

Quanto melhor for a qualidade do suplemento de ferro escolhido, mais rapidamente você voltará a ter uma vida plenamente saudável.

Suplementos de ferro: Escolha os melhores

Caso você precise de suplementação de ferro, será preciso escolher produtos de alto nível e capazes de te ajudar a melhorar com rapidez.

Para finalizarmos nosso artigo, vamos falar sobre como escolher os melhores suplementos de ferro!

Imagem mostra diversos comprimidos saindo de uma embalagem.
Suplementos de ferro ajudam a recuperar os níveis do mineral. (Fonte: Ajale / Pixabay.com)

Por que escolher suplementos lipossomais?

A primeira questão para a qual você deve se atentar ao escolher um suplemento de ferro é sobre a tecnologia utilizada. Cápsulas comuns estão ultrapassadas, uma vez que agora existem os produtos lipossomais.

Chamamos de lipossomais os suplementos que envolvem os ingredientes ativos em membranas com lipossomas, fazendo com que eles passem inteiros pelo estômago e se misturem diretamente com as células do intestino.

Cápsulas lipossomais de ferro, portanto, são absorvidas em muito maior quantidade pelo organismo, permitindo mais velocidade em seu tratamento e trazendo benefícios mais claros.

Além disso, não há risco de irritações para o estômago e as cápsulas são veganas.

Nós recomendamos os suplementos lipossomais da Sundt. No caso do ferro, as cápsulas contém 10 mg do mineral e 35 mg de vitamina C, já te oferecendo uma alta porcentagem do valor diário necessário e ajudando ainda mais na absorção!

Com o ferro lipossomal da Sundt, você tem um produto do mais alto nível fabricado por uma marca de confiança!

Conclusão

Um resultado baixo no exame de ferro sérico indica que seu corpo pode ter uma série de problemas. Você deve se preocupar em descobrir a causa da baixa desse importantíssimo mineral e fazer com que o número se estabilize rapidamente.

Em casos mais extremos, é possível até fazer uma suplementação de ferro. Existem produtos excepcionais no mercado, como o ferro lipossomal da Sundt!

(Fonte da imagem destacada: Myriams-Photos/ Pixabay.com)