Falta de vitamina A: Causas, sintomas e consequências

Vitaminas são fundamentais para o bom funcionamento de nossos organismos, mas muitas vezes não conseguimos ter uma alimentação capaz de nos fornecê-las nas quantidades recomendadas. Se você sofre com a falta de vitamina A ou quer conhecer mais sobre suas causas e sintomas, esse é o artigo perfeito para você!

A vitamina A foi fundamental no processo de descoberta das vitaminas e rendeu até prêmio Nobel a seus pesquisadores. Hoje, é reconhecidamente fundamental no desenvolvimento e no bem-estar humano. Sente-se confortavelmente e prepare-se para saber todas as informações sobre o que a falta dessa substância pode causar!

Pontos-chave

  • A vitamina A é muito importante para o funcionamento do corpo humano. Sua ausência leva a problemas como cegueira noturna, envelhecimento precoce e baixa imunidade.
  • Para não sofrermos com a falta de vitamina A, o principal ponto é mantermos uma boa alimentação. A substância está presente tanto em alimentos de origem animal, como vegetal.
  • Quem sofre com falta de vitamina A deve recorrer à suplementação. Felizmente, a tecnologia é cada vez maior e os suplementos lipossomais, como os da Sundt, são de alta qualidade.

Saiba tudo sobre a falta de vitamina A

Selecionamos perguntas sobre a vitamina A e sobre o que sua falta causa, quais são os sintomas, consequências e tratamentos.

Nos próximos parágrafos, trazemos as respostas para cada uma dessas perguntas!

Qual a função da vitamina A no organismo?

A vitamina A é uma substância que pode ser encontrada tanto em origem animal, quanto vegetal, mas que não é produzida naturalmente pelo corpo humano.

No organismo, ela é responsável pela manutenção da saúde ocular, agindo diretamente na lubrificação do olho, e pela renovação dos tecidos de todo o corpo, desacelerando assim o envelhecimento.

Para crianças e adolescentes, é uma substância importantíssima para o crescimento.

Nós temos a capacidade de armazenar vitamina A no fígado, mas caso o consumo seja baixo e essa reserva se esgote, começamos a sofrer com problemas relacionados aos olhos, a um envelhecimento precoce e a doenças ligadas ao sistema cardiovascular e à imunidade mais baixa.

De que maneiras podemos consumir vitamina A?

A principal forma de consumo da vitamina A é pela alimentação. Ela está disponível em produtos tanto de origem animal, quanto vegetal, o que significa que não há uma maior predisposição para a insuficiência em quem segue nenhum tipo específico de dieta.

Porém, é comum que muitas pessoas não consigam ter quantidades satisfatórias de vitamina A no organismo apenas com a alimentação. Isso acontece principalmente em países sub-desenvolvidos. Nesse caso, a suplementação se faz necessária.

Os suplementos de vitamina A são vendidos há muito tempo, mas estão cada vez mais modernos e eficientes. Hoje em dia, é possível comprar produtos lipossomais com excelente absorção e que garantem uma recuperação rápida dos níveis da substância no organismo. Os da Sundt são nossa maior recomendação.

Você sabia que existe no Brasil o Programa Nacional de Suplementação de Vitamina A, criado em 2005 (1), que leva essa importante substância para crianças carentes entre 6 e 59 meses de idade?

Quais são os alimentos mais ricos em vitamina A?

Para não precisar fazer uma suplementação de vitamina A e nem sofrer com as consequências de sua falta, você deve consumir alimentos ricos nessa substância.

Por isso, preparamos uma lista com os alimentos que mais se destacam em quantidades de vitamina A:

  • Fígado: Assim como acontece com a vitamina B, o fígado é extremamente rico em vitamina A. Esse é um corte bovino que muitas pessoas não gostam, mas possui enormes benefícios para o corpo humano.
  • Cenoura crua: A vitamina A também está presente em abundância nos vegetais. As cenouras cruas oferecem grandes quantidades da substância e devem fazer parte da alimentação tanto de crianças, como de adultos!
  • Batata-doce: Outro vegetal acessível para a população que possui quantidade alta de vitamina A é a batata-doce. Versátil, pode ser preparada de muitas maneiras para garantir uma alimentação saborosa e saudável.
  • Manteiga: Parte da alimentação de muitos brasileiros, a manteiga também é rica e vitamina A. Dessa forma, permite que consumamos em todas as refeições quantidades satisfatórias da substância!

Outros produtos de origem animal, como queijo, leite, ovos, iogurte e ostras, e vegetal, como espinafre, acelga, manga e pimentão, também oferecem quantidades satisfatórias de vitamina A.

O que causa a falta de vitamina A?

A causa mais clara de falta de vitamina A no organismo é a dieta insuficiente em alimentos ricos nessa substância. Por isso, é tão importante conhece a lista que postamos acima.

Existem algumas pessoas, porém, que mesmo com alimentação adequada, desenvolvem deficiência de vitamina A. Doenças no fígado são as principais causas disso, bem como o consumo exagerado de álcool.

Quem tem deficiência de vitamina A detectada, deve recorrer a suplementação. Essa é a maneira ideal para que os problemas relacionados à falta da substância não se desenvolvam.

Quais os valores de vitamina A que devemos ingerir por dia?

A unidade de medida usada para a vitamina A é o micrograma. Para demonstrarmos o quanto deve ser ingerido por dia para uma dieta saudável, preparamos uma tabela (2) com idades, valores mínimos e máximos. Confira:

Idade Valor mínimo diário em microgramas Valor máximo diário em microgramas
0 a 6 meses 400 600
7 a 12 meses 500 600
1 a 3 anos 300 600
4 a 8 anos 400 900
9 a 13 anos 600 1700
Homens adultos 900 2800
Mulheres adultas 700 2800
Gestantes 750 2800
Lactantes 1200 2800

Quais os sintomas da falta de vitamina A?

A falta de vitamina A no organismo apresenta vários sintomas. Em um estágio inicial, eles são simples, mas podem avançar para problemas bem mais graves.

  • Cegueira noturna: O primeiro e mais tradicional sintoma da falta da vitamina A é a cegueira noturna, chamada cientificamente de nictalopia. Se você sofre com a dificuldade de enxergar à noite, deve procurar um médico.
  • Manchas de Bilot: Também um sintoma ocular, as manchas de Bilot são muito relacionadas à falta de vitamina A. Trata-se de manchas acinzentadas, ovais e irregulares na parte interior dos olhos.
  • Gripes e resfriados constantes: Como a vitamina A também age na imunidade, quem a tem em baixos níveis sofre com muitas doenças. As gripes e os resfriados são as mais comuns.
  • Unhas e cabelos quebradiços: A prevenção do envelhecimento e a saúde de unhas e cabelos também são funções da vitamina A. Se você nota uma facilidade maior de quebra ou um grande ressecamento, deve ficar atento.

Produção de acne em excesso, falta de apetite e cansaço e fadiga crônicos estão também entre os principais sintomas da falta de vitamina A. Se você sofre com mais de um, não perca tempo em procurar um profissional para iniciar a suplementação da substância.

Como pode ser tratada a falta de vitamina A?

A falta de vitamina A é um problema simples de ser tratado. O médico prescreverá uma suplementação da substância que será adequada ao quão deficiente ela é em seu organismo.

Se a deficiência chegou a gerar problemas mais graves e permanentes para os olhos ou para a pele, tratamentos específicos serão indicados. Mas isso acontece apenas em situações extremas.

É importante notar que você deve tomar suplementos de vitamina A apenas se tiver a deficiência da substância confirmada. Em excesso, ela também é prejudicial e leva a outros tipos de problemas.

Imagem mostra várias cenouras.
Ceouras são alimentos muito ricos em vitamina A. (Fonte: _Alicja_ / Pixabay.com)

Como é detectada a falta de vitamina A?

Uma vez que um médico suspeite que você tem deficiência de vitamina A no organismo, o diagnóstico será bastante simples: Basta fazer um exame de sangue para detectar a presença e as quantidades da substância.

O exame de sangue irá avaliar os níveis de vitamina A no sangue e o profissional fará a comparação com os valores esperados para a sua idade. Caso eles sejam abaixo do esperado, estará confirmada a deficiência.

Como podemos prevenir a falta de vitamina A?

A prevenção da deficiência de vitamina A é simples: Devemos procurar ter uma alimentação balanceada e com alimentos ricos na substância.

Se possível, devemos consumir alimentos como fígado, ovos, leite, queijo e manteiga com frequência, bem como cenoura, batata-doce, espinafre, acelga e pimentão. Para os vegetarianos e veganos, vale um foco extra no segundo grupo.

Além disso, não consumir bebida alcoólica em excesso e tratar potenciais doenças no fígado também são boas opções. Esses são os únicos fatores de risco conhecidos além da alimentação.

Se temos boa alimentação e não exageramos no álcool, provavelmente estaremos sempre com bons níveis de vitamina A no organismo!

Como podemos prevenir a falta de vitamina A?

Você teve deficiência de vitamina A detectada e agora precisa tomar suplementos? Não se preocupe!

Vamos falar agora sobre os melhores suplementos de vitamina A disponíveis no mercado e como você pode fazer a sua escolha!

Imagem mostra cápsulas brancas sobre uma superfície verde.
A suplementação de vitamina A é uma boa ideia para quem tem deficiência da substância. (Fonte: outsideclick / Pixabay.com)

Quais as vantagens de tomar suplementos de vitamina A de qualidade?

Existem no mercado suplementos comuns de vitamina A, vendidos em cápsulas comuns ou comprimidos, e lipossomais, versões mais modernas e que permitem melhor absorção.

Os suplementos lipossomais são fabricados com uma estrutura que se conecta facilmente às nossas células, o que faz com que todo o seu conteúdo seja absorvido e a suplementação seja muito mais completa. As cápsulas comuns permitem que uma quantidade baixa da vitamina A chegue ao organismo.

A Sundt é um grande exemplo de marca que faz não apenas suplementos lipossomais de vitamina A, mas também de altíssima qualidade. A preocupação com a sua saúde é clara e as melhorias ao consumir qualquer produto são claras.

Se possível, opte por suplementos lipossomais, com maior quantidade de absorção e feitos por uma marca de plena confiança.

Confira na tabela a seguir vantagens e desvantagens de tomar suplementos de vitamina A de qualidade:

Vantagens Desvantagens
A absorção da vitamina é muito maior Suplementos de qualidade são mais raros e difíceis de se encontrar
Efeitos positivos são mais velozes  
Melhorias nos sintomas aparecem em menos tempo  
É possível saber exatamente o quanto de vitamina foi ingerido  

Conclusão

Quando não temos uma alimentação adequada, desenvolvemos falta de vitamina A. Esse problema tem sintomas como cegueira noturna e baixa imunidade e pode gerar outros problemas mais graves. É importante consultar um médico antes de se auto-diagnosticar ou tomar qualquer decisão.

Se você foi diagnosticado com falta de vitamina A, a melhor opção para a sua saúde é tomar suplementos de qualidade. Procure pelos da Sundt, que têm altíssima absorção e garantem que os níveis da substância serão rapidamente normalizados em seu organismo.

(Fonte da imagem destacada: Engin_Akyurt / Pixabay.com)

Referências(2)

  1. Manual de Condutas Gerais do Programa Nacional de Suplementação de Vitamina A. Acessado em 7 de outubro de 2020.
  2. Deficiência de Vitamina A. Acessado em 7 de outubro de 2020.
Anterior Excesso de vitamina A: Como tratar? Próximo Polivitamínico engorda?
Manual
Manual de Condutas Gerais do Programa Nacional de Suplementação de Vitamina A. Acessado em 7 de outubro de 2020.
Ir para a fonte
Artigo
Deficiência de Vitamina A. Acessado em 7 de outubro de 2020.
Ir para a fonte