Colágeno com magnésio: Quais as opiniões médicas?

Nos últimos tempos, os suplementos de colágeno com magnésio de tornaram “estrelas” entre os produtos do segmento. Estes complementos nutricionais são utilizados para melhorar o aspecto da pele, fortalecer as articulações e, até mesmo, aliviar a fadiga. Mas, o que realmente se sabe sobre esta combinação? Qual a opinião de pesquisadores e especialistas a respeito?

Neste artigo, vamos apresentar dados concretos, baseados em pesquisas de artigos científicos e estudos médicos sobre a junção do colágeno com magnésio. Fique conosco para saber o que dizem os experts sobre esta combinação!

Pontos-chave

  • Tanto o magnésio quanto o colágeno são essenciais para a saúde do organismo são essenciais para a saúde do organismo. Estes nutrientes não podem faltar no dia a dia.
  • As opiniões médicas sobre a combinação de colágeno com magnésio se concentram na necessidade de obter estes nutrientes por meio de uma alimentação saudável. No entanto, quando isso não é possível, vale recorrer à suplementação.
  • Para evitar complicações de saúde no uso dos suplementos de colágeno com magnésio, escolha produtos de alta qualidade, como o magnésio lipossomal Sundt, e siga sempre os conselhos do seu médico de confiança.

A importância do colágeno com magnésio: Opiniões médicas e científicas

O colágeno é uma proteína que dá elasticidade e resistência aos tecidos. Enquanto que o magnésio é um mineral que regula centenas de reações químicas no metabolismo. Mas qual é a relação entre esses dois compostos? Continue conosco para conhecer o que dizem médicos e científicas sobre a importância do colágeno com magnésio. Você ficará surpreso!

Usar colágeno com magnésio pode deixar a pele mais bonita

A combinação do colágeno com magnésio pode ajudar a melhorar a beleza da pele, de acordo com algumas opiniões médicas e científicas. Por um lado, evitar a falta de magnésio contribui para manter o envelhecimento prematuro sob controle, de acordo com um estudo de 2016 (1).

Por outro lado, o colágeno é responsável pela elasticidade da pele e permite que ela permaneça lisa e firme. Quando os níveis de colágeno diminuem, as temidas rugas, marcas de expressão e linhas finas aparecem.

Ao aumentar os níveis de colágeno no organismo, é possível desfrutar de uma pele mais hidratada e jovem. E não é só uma impressão! As observações médicas sobre os benefícios dessa proteína são sustentadas por estudos que usaram suplementos de colágeno oral com bons resultados para a pele (2).

Neste sentido, não há dúvidas de que a junção do colágeno com magnésio pode ser uma boa estratégia para manter a pele jovem por muito mais tempo.

colágeno com magnésio
O suplemento de colágeno com magnésio pode ajudar a ter uma pele mais saudável e bonita. (Fonte: X: slgyaq_stmm/ Unsplash.com)

O colágeno com magnésio pode ajudar a curar feridas e lesões

O uso do colágeno com magnésio pode ajudar a cicatrizar feridas mais rapidamente? Se observarmos os estudos científicos vamos encontrar resultados muito interessantes!

Os suplementos de colágeno foram estudados por seu potencial para acelerar a cicatrização de feridas. É possível que, no futuro, o colágeno possa ser usado para esta finalidade. No entanto, os estudos ainda são muito recentes e inconclusivos (3).

No entanto, os níveis de magnésio parecem estar relacionados à cicatrização de lesões. Em acompanhamento com voluntários portadores de diabetes, este micronutriente mostrou ação auxiliar no tratamento das úlceras comuns nos pés diabéticos (4).

Portanto, apesar de haver muitas afirmações que apontam para a combinação de colágeno com magnésio como uma ferramenta potencial para melhorar a cicatrização, os estudos precisam ser aprofundados para que haja confirmação científica.

Além disso, é sempre bom ter em mente que os cuidados com lesões graves devem ser sempre supervisionados e tratados por um profissional de saúde.

Colágeno com magnésio poderia fortalecer os ossos

Você possivelmente já sabia que o colágeno é essencial para os ossos, não é? Isso porque existem variantes desta proteína que formam a estrutura do esqueleto. Assim, o colágeno dá força aos ossos e evita que eles se quebrem.

Neste sentido, a suplementação de colágeno pode ser útil para melhorar a resistência óssea em alguns casos. Um estudo de 2018, por exemplo, descobriu que, entre as mulheres, o aumento dos níveis de colágeno pode proteger contra a osteoporose, doença que torna os ossos menos densos e quebradiços (5).

Da mesma maneira, o magnésio é um mineral muito importante para os ossos. Níveis muito altos ou muito baixos deste composto podem afetar a resistência do esqueleto. Se você pretende se prevenir contra a osteoporose em um futuro próximo, é fundamental ter atenção aos níveis de magnésio, dizem os especialistas (6).

Em resumo, podemos dizer que os níveis saudáveis ​​de colágeno e magnésio parecem ter uma grande importância, especialmente quando se trata de manter a saúde dos ossos.

No entanto, recomendamos que você sempre procure a opinião do seu médico antes de começar a usar a suplementação de colágeno com magnésio. Ele poderá ajudá-lo a definir a dose adequada e evitar eventuais complicações.

colágeno com magnésio
O magnésio é um mineral muito importante para nossos ossos. (Fonte: Wavebreak Media Ltd: 42559864/ 123rf.com)

O colágeno com magnésio poderia melhorar o rendimento físico

De acordo com um estudo de 2019, a suplementação com colágeno em homens jovens, saudáveis ​​e atléticos melhorou sua “composição corporal”. No experimento, os que receberam suplementação — e seguiram um programa de exercícios — aumentaram mais os músculos do que aqueles que tomaram placebo (7).

Há constatação de o magnésio é essencial para a contração e correto funcionamento dos músculos. Como se já não fosse benefício suficiente, ainda descobriu-se que o mineral protege as fibras musculares de danos e lesões.

Isso ficou comprovado por meio de uma pesquisa com atletas, em que o grupo que tomou magnésio sofreu menos danos musculares do que o grupo oposto, sem magnésio (8).

Basicamente, estes resultados mostram que a sinergia de colágeno com magnésio pode aumentar a força e impedir a ocorrência de lesões musculares. No entanto, ainda se aguarda mais evidências médicas e científicas para levar a cabo tais considerações.

Certamente, em breve haverá novos estudos que comprovem a importância desses nutrientes para o nosso desempenho físico. Aguarde para ver!


As opiniões médicas sobre o colágeno com magnésio: Segurança e alternativas

Você tem dúvidas se os suplementos de colágeno e magnésio são seguros? Existem alternativas para o uso de suplementações para manter os níveis destes nutrientes? Responderemos a todas essas perguntas nesta seção. Continue na leitura!

Qual a opinião médica sobre a segurança do colágeno com magnésio?

A maioria dos especialistas em saúde concordam que o consumo do colágeno com magnésio nos alimentos é seguro. Se você é uma pessoa saudável, basta consumir produtos ricos nesses nutrientes para manter os níveis ideais. Desta forma, poderá usufruir dos benefícios dos dois compostos sem sofrer com excessos indesejados.

Sim, pois há muitos relatos médicos sobre os prejuízos do uso excessivo destes suplementos. No caso de alta dosagem de magnésio, por exemplo, ele pode causar desconforto intestinal, palpitações ou até mesmo risco de morte.

Com o colágeno, se consumido em excesso na forma de suplementos, pode causar náuseas e diarreia. No entanto, o maior perigo do colágeno é a possibilidade de causar alergias. Por ser uma proteína de origem animal (suína, bovina ou marinha), ele pode desencadear fortes reações alérgicas em pessoas com essa pré-disposição (9).

Como evitar essas complicações? Muito fácil! Antes de tudo, opte por comprar suplementos de colágeno e magnésio com garantia de alta qualidade. Além disso, avalie a necessidade da suplementação com um profissional de saúde, considerando seu histórico médico.

Existe alternativa aos suplementos de colágeno com magnésio?

Como dissemos há pouco, a preferência dos especialistas em saúde é que se obtenha os nutrientes sempre por meio da alimentação. O mesmo vale para o colágeno e o magnésio. Seguindo este raciocínio, é importante escolher alimentos que sejam ricos nestes nutrientes para compor sua dieta diária. Na tabela abaixo, mostramos alguns deles (10):

Alimentos ricos em colágeno Alimentos ricos em magnésio
Frango Chocolate amargo
Peixes Amêndoas
Carne suína Espinafre
Carne bovina Abacate
Ovos Sementes de abóbora

Temos um segredo para revelar! O atum, um peixe tão fácil de encontrar — e, principalmente, de preparar! —, é rico em colágeno e magnésio. Por isso, não pense duas vezes antes de degustar um delicioso atum com cebola e ainda garantir os efeitos antienvelhecimento desses nutrientes.


Nossa conclusão

Tanto o colágeno quanto o magnésio são nutrientes essenciais para que o organismo se mantenha forte e saudável. Ao combinar a ingestão dos dois, você terá grandes aliados no combate ao envelhecimento e aos danos musculares.

Como vimos, as opiniões especializadas podem até serem opostas em alguns pontos, mas todos concordam com os benefícios destes nutrientes no dia a dia e na prevenção de problemas futuros. Para garantir esses efeitos, é fundamental optar por produtos de qualidade e procedência reconhecidas, como os suplementos da Sundt Nutrition!

Se você está pensando em recorrer à suplementação, conheça a variedade dos nossos produtos e toda a tecnologia por trás dos produtos lipossomais. Fique à vontade para nos deixar um comentário. Queremos ouvir você!

(Fonte da imagem destacada: Acevedo: 110893217/ 123rf.com)

Referências(10)

  1. Zheltova AA, Kharitonova M V., Iezhitsa IN, Spasov AA. Magnesium deficiency and oxidative stress: An update Vol. 6, BioMedicine (Netherlands). China Medical University; 2016. p. 8–14.
  2. Asserin J, Lati E, Shioya T, Prawitt J. The effect of oral collagen peptide supplementation on skin moisture and the dermal collagen network: Evidence from an ex vivo model and randomized, placebo-controlled clinical trials. J Cosmet Dermatol . 2015;14(4):291–301.
  3. Choi FD, Sung CT, Juhasz MLW, Mesinkovsk NA. Oral Collagen Supplementation: A Systematic Review of Dermatological Applications. J Drugs Dermatol . 2019 ;18(1):9–16.
  4. Razzaghi R, Pidar F, Momen-Heravi M, Bahmani F, Akbari H, Asemi Z. Magnesium Supplementation and the Effects on Wound Healing and Metabolic Status in Patients with Diabetic Foot Ulcer: a Randomized, Double-Blind, Placebo-Controlled Trial. Biol Trace Elem Res . 2018 Feb 1 ;181(2):207–15.
  5. König D, Oesser S, Scharla S, Zdzieblik D, Gollhofer A. Specific collagen peptides improve bone mineral density and bone markers in postmenopausal women—A randomized controlled study. Nutrients. 2018;10(1).
  6. Castiglioni S, Cazzaniga A, Albisetti W, Maier JAM. Magnesium and osteoporosis: Current state of knowledge and future research directions . Vol. 5, Nutrients. MDPI AG; 2013. p. 3022–33.
  7. Kirmse M, Oertzen-Hagemann V, de Marées M, Bloch W, Platen P. Prolonged collagen peptide supplementation and resistance exercise training affects body composition in recreationally active men. Nutrients. 2019;11(5).
  8. Córdova A, Mielgo-Ayuso J, Fernandez-Lázaro D, Roche E, Caballero-García A. Impact of magnesium supplementation in muscle damage of professional cyclists competing in a stage race. Nutrients . 2019;11(8).
  9. Collado A. Colágeno con magnesio: ¿Cuál es el mejor suplemento del 2020?
  10. FoodData Central
Anterior O que é ferro e por que ele é tão importante? Próximo Dieta para a síndrome do intestino irritável: Quais alimentos devemos consumir?
Artigo científico
Zheltova AA, Kharitonova M V., Iezhitsa IN, Spasov AA. Magnesium deficiency and oxidative stress: An update Vol. 6, BioMedicine (Netherlands). China Medical University; 2016. p. 8–14.
Ir para a fonte
Artigo científico
Asserin J, Lati E, Shioya T, Prawitt J. The effect of oral collagen peptide supplementation on skin moisture and the dermal collagen network: Evidence from an ex vivo model and randomized, placebo-controlled clinical trials. J Cosmet Dermatol . 2015;14(4):291–301.
Ir para a fonte
Revisão sistemática
Choi FD, Sung CT, Juhasz MLW, Mesinkovsk NA. Oral Collagen Supplementation: A Systematic Review of Dermatological Applications. J Drugs Dermatol . 2019 ;18(1):9–16.
Ir para a fonte
Estudo em humanos
Razzaghi R, Pidar F, Momen-Heravi M, Bahmani F, Akbari H, Asemi Z. Magnesium Supplementation and the Effects on Wound Healing and Metabolic Status in Patients with Diabetic Foot Ulcer: a Randomized, Double-Blind, Placebo-Controlled Trial. Biol Trace Elem Res . 2018 Feb 1 ;181(2):207–15.
Ir para a fonte
Estudo em humanos
König D, Oesser S, Scharla S, Zdzieblik D, Gollhofer A. Specific collagen peptides improve bone mineral density and bone markers in postmenopausal women—A randomized controlled study. Nutrients. 2018;10(1).
Ir para a fonte
Estudo em humanos
Castiglioni S, Cazzaniga A, Albisetti W, Maier JAM. Magnesium and osteoporosis: Current state of knowledge and future research directions . Vol. 5, Nutrients. MDPI AG; 2013. p. 3022–33.
Ir para a fonte
Estudo em humanos
Kirmse M, Oertzen-Hagemann V, de Marées M, Bloch W, Platen P. Prolonged collagen peptide supplementation and resistance exercise training affects body composition in recreationally active men. Nutrients. 2019;11(5).
Ir para a fonte
Estudo em humanos
Córdova A, Mielgo-Ayuso J, Fernandez-Lázaro D, Roche E, Caballero-García A. Impact of magnesium supplementation in muscle damage of professional cyclists competing in a stage race. Nutrients . 2019;11(8).
Ir para a fonte
Guia de suplementos
Collado A. Colágeno con magnesio: ¿Cuál es el mejor suplemento del 2020?
Ir para a fonte
Site oficial USDA
FoodData Central
Ir para a fonte