Descubra quais são os benefícios da vitamina E

Colher com uma cápsula de vitamina E.

O grande benefício da vitamina E é que ela tem um alto poder antioxidante. Com isso, ela combate doenças, retarda o envelhecimento e melhora a qualidade de vida. Mas nem sempre consumir apenas alimentos ricos em vitamina E é o suficiente.

Muitas vezes, para manter os níveis adequados desse nutriente é preciso recorrer à suplementação. E para garantir que o corpo vai aproveitar toda a vitamina E, o suplemento deve ser lipossomal, uma característica que a Sundt trouxe para o Brasil.

Pontos-chave

  • A vitamina E é altamente benéfica para a saúde, tanto para prevenir como para tratar doenças.
  • Para sanar a deficiência desse nutriente em nosso organismo é preciso suplementar, com acompanhamento do médico.
  • O suplemento lipossomal da Sundt é o mais eficiente entre os disponíveis no mercado, pois aumenta a taxa de absorção da vitamina em nosso corpo.

Benefícios da vitamina E: Tudo o que você precisa saber

São muitos os benefícios da vitamina E em nossa saúde. Também chamada de tocoferol, esse nutriente tem um alto poder antioxidante dentro do nosso corpo.

Com isso, essa vitamina é capaz de retardar o nosso envelhecimento, reduzir o risco de doenças cardiovasculares, de alguns cânceres e de outras doenças degenerativas.

Outro benefício da vitamina E é que ela protege os pulmões, previne a formação de coágulos sanguíneos, garante oxigênio ao nosso organismo e nos dá mais resistência.

Mulher tomando cápsula com corpo de água.
O suplemento de vitamina E lipossomal aumenta ainda mais a quantidade do nutriente que é absorvido pelo corpo.

Com tantos benefícios, a boa notícia é que a vitamina E é encontrada em alguns alimentos. Entretanto, nem sempre é fácil conseguir a quantidade necessária do nutriente apenas com alimentação.

Por isso, os suplementos vitamínicos podem ser bastante úteis na obtenção dos benefícios dessa vitamina.

No artigo de hoje, nós vamos apresentar uma novidade que acaba de chegar ao Brasil: O suplemento lipossomal de vitamina E da Sundt, que se diferencia dos demais por aumentar a biodisponibilidade do nutriente.

Quais são os benefícios da vitamina E para o organismo?

Como vimos, são inúmeros os benefícios da vitamina E para o nosso organismo como um todo.

A importância desse nutriente se dá porque uma de suas funções é proteger as membranas celulares e ajudar o organismo a utilizar selênio e a vitamina K, dois nutrientes essenciais para a nossa vida.

Para destacar os principais benefícios da vitamina E, confira a lista abaixo que mostra as funções desse nutriente dentro do nosso corpo:

  • É antioxidante;
  • Combate doenças, como as cardiovasculares, infarto e AVC;
  • Previne câncer;
  • Reduz efeitos prejudiciais do colesterol ruim;
  • Melhora a resistência física e força muscular;
  • Previne a formação de coágulos sanguíneos;
  • Atua na diminuição dos processo inflamatórios;
  • Retarda o envelhecimento;
  • Melhora função imunológica em idosos;
  • Adia o desenvolvimento de cataratas;
  • Melhora a fertilidade;
  • Tem papel importante na produção dos hormônios.

Além disso, essa vitamina ajuda a minimizar a fadiga, acelera a cicatrização de queimaduras, previne abortos espontâneos e alivia câimbras.

O que a vitamina E faz na pele?

Além de trazer inúmeros benefícios para a nossa saúde como um todo, a vitamina E também é muito utilizada em tratamentos estéticos, seja por meio de cosmésticos seja por suplementação oral.

Graças ao poder antioxidante desse nutriente, ele é altamente eficiente para a saúde da nossa pele, especialmente a do rosto. Veja a seguir, como a vitamina E atua na pele:

  • Protege contra os radicais livres;
  • Aumenta a firmeza;
  • Previne e reduz as rugas;
  • Melhora a cicatrização;
  • Atua como lubrificante e hidratante;
  • Previne o envelhecimento.

No entanto, vale pontuar que quem tem a pele muito oleosa ou acneica não deve aplicar vitamina E topicamente sobre o rosto.

Quais os benefícios da vitamina E no cabelo?

Além de trazer benefícios para a saúde e a pele, a vitamina E também é importante para manter os cabelos saudáveis e bonitos. E, mais uma vez, é a característica antioxidante que se destaca aqui.

A vitamina E, quando em níveis adequados no corpo, ou mesmo quando aplicada em forma de ampola sobre os fios capilares, pode:

  • Estimular a circulação sanguínea do couro cabeludo: Com isso, a vitamina E ajuda a promover o crescimento capilar;
  • Equilibrar o pH: O desequilíbrio do pH no couro cabeludo leva à oleosidade e queda de cabelo;
  • Agir como antioxidante: A vitamina E neutraliza os radicais livres que podem causar danos ao couro cabeludo e aos fios, evitando as quebras e fissuras;
  • Recuperar fios danificados: Essa vitamina é capaz de reverter o dano causado ao cabelo, já que ajuda a hidratar e nutrir os fios, além de tratar as pontas duplas.

Quais são os benefícios da vitamina E para o homem?

Como vimos, a vitamina E tem importante função na regulação hormonal. Por isso, esse nutriente também confere benefícios à saúde do homem.

De modo geral, a vitamina E pode combater mutações nos espermatozoides e auxiliar na produção de hormônios importantes para a fertilidade masculina.

Qual a dose diária para garantir os benefícios da vitamina E?

A dose de ingestão diária de vitamina E vai depender da faixa etária, do gênero e da condição de saúde de cada pessoa.

Por isso, o mais indicado é que, antes de suplementar, você deve se consultar com um médico ou nutricionista. De todo modo, existe uma medida padrão de acordo com a fase da vida. Confira na tabela a seguir:

Faixa etáriaDose diária recomendada (mg/dia)
0 a 8 anosEntre 4 e 7
9 a 18 anosEntre 11 e 15
19 a > 70 anos15

Além disso, é preciso considerar casos específicos como, por exemplo, grávidas e lactantes. Nesses casos, a quantidade recomendada por dia de vitamina E pode variar entre 15mg e 19mg.

Como consumir vitamina E?

A vitamina E é encontrada em alimentos de origem vegetal, principalmente nos verde-escuros, e também nas sementes oleaginosas, nos óleos vegetais e no germe de trigo.

O gérmen de trigo, por exemplo, é uma excelente fonte desse nutriente, já que possui 28 g de vitamina E, quase o dobro do mínimo necessário para um adulto manter os níveis adequados.

Além de presente em alimentos vegetais, a vitamina E também é encontrada em alguns alimentos de origem animal, como gema de ovo e fígado.

Semente e óleo vegetal em cima de uma tábua de madeira, com a letra “E” no centro.
Ainda que existam alimentos ricos em vitamina E, não é fácil atingir os níveis ideais apenas com eles. (Fonte: Nadezhda Andriiakhina: 46723581 / 123rf.com)

No entanto, como já mencionamos, nem sempre é possível atingir a dose diária recomendada desse nutriente apenas com a alimentação.

Isso porque a vitamina E é lipossolúvel, ou seja, precisa ser consumida juntamente com alimentos gordurosos para ter efeito, o que nem sempre ocorre satisfatoriamente.

Para evitar ou tratar os sintomas da deficiência de vitamina E pode ser necessário considerar, juntamente com o seu médico, a suplementação.

Quais as consequências da falta e do excesso de vitamina E?

Tanto a falta quanto o excesso de vitamina E são prejudiciais. E, ainda que a deficiência desse nutriente seja rara em adultos, ela costuma ocorrer em crianças e idosos.

Além disso, estudos indicam que os homens podem estar em maior risco de deficiência de vitamina E do que as mulheres.

E o problema é que a falta de vitamina E pode levar a doenças associadas à surdez neurossensorial, cardiomiopatia e retinite pigmentosa.

Além disso, vale ficar atento aos sinais que o corpo dá, já que a deficiência de vitamina E pode:

  • Prejudicar os reflexos e a coordenação;
  • Causar dificuldade em andar;
  • Enfraquecer os músculos;
  • Gerar forma grave de anemia em bebês prematuros;

Já o excesso de vitamina E pode causar problemas no sistema imune e reduzir a disponibilidade de outras vitaminas no organismo o que, por consequência, pode causar anemia.

Além disso, doses altas de vitamina E também podem aumentar a pressão sanguínea em hipertensos.

Quando suplementar a vitamina E?

Se você tem deficiência de vitamina E, você provavelmente vai precisar consumir suplementos. Para ter certeza, é necessário a avaliação médica e a realização de exames de sangue.

De modo geral, a deficiência de vitamina E pode ser causada por três fatores:

  • Dieta pobre em vitamina E;
  • Dieta pobre em gorduras;
  • Distúrbio de absorção e doenças as hepáticas, da vesícula biliar, pancreatite e fibrose cística.

Vale ressaltar que alguns bebês nascem com deficiência de vitamina E mas, de modo geral, essa condição costuma se normalizar à medida que a criança cresce.

Isso porque os pequenos, em geral, obtêm uma quantidade suficiente de vitamina E a partir do leite materno ou de fórmulas lácteas comerciais. Mas, em casos graves, a suplementação pode ser necessária também.

Lembrando que o uso de suplementos sem orientação de um médico pode ser prejudicial em qualquer fase da vida.

Quais os tipos de suplementos de vitamina E?

No mercado você vai encontrar uma grande variedade de suplementos com vitamina E. De maneira geral, você vai poder escolher entre: Suplemento de vitamina E e multivitamínicos.

Ambos podem oferecer benefícios, mas é preciso atenção na escolha da dosagem e da combinação com outros nutrientes.

Isso porque, algumas vitaminas, quando consumidas em altas doses, podem causar sérios problemas de saúde.

Cápsulas de suplementos.
A vitamina E pode ser consumida isoladamente ou em combinação com outros nutrientes. (Fonte: eliasfalla / Pixabay.com)

Além disso, é fundamental que você verifique a eficiência do suplemento. E o fato é que, na maioria das vezes, nem toda a quantidade de vitamina E é aproveitada pelo nosso organismo.

Para aumentar a biodisponibilidade do nutriente, ou seja, para fazer com que toda a vitamina E presente no suplemento seja absorvida por nós, é preciso que o produtos seja lipossomal.

Suplemento lipossomal de vitamina E: Por que ele é o melhor?

O suplemento lipossomal da Sundt acaba de chegar no Brasil. A Sundt é uma fabricante europeia que aplica a técnica de lipossomas em seus nutrientes, o que otimiza a forma como ele é absorvido no nosso corpo.

Com isso, os benefícios da vitamina E são sentido pelo nosso organismo de maneira mais rápida e eficiente. Dessa forma, menos cápsulas são necessárias para atingir o nível diário recomendado de ingestão dessa vitamina.

Sem contar que, pela agilidade na digestão, e pelo fato de o suplemento da Sundt ser livre de aditivos químicos, os efeitos adversos no sistema digestivo também são reduzidos.

Conclusão

Os benefícios da vitamina E para a nossa saúde são inúmeros. Mas o mais conhecido é o seu papel antioxidante, que é bom para o organismo, a pele e os cabelos. Mas como é difícil atingir os níveis recomendados desse mineral apenas através da alimentação, pode ser preciso considerar o suplemento.

O mais eficiente e benéfico de todos é o suplemento lipossomal da Sundt. Por conta da forma como é produzido, ele aumenta a eficiência de absorção do nutriente no corpo, potencializando os benefícios da vitamina E.

(Fonte da imagem destacada: Aleksandra Gigowska/ 123rf.com)

References (3)

1. Adição da vitamina E aos alimentos: implicações para os alimentos e para a saúde humana - Revista de Nutrição
Source

2. O poder das vitaminas, por Micaela Diegues Pires, Universidade Fernando Pessoa, porto, 2012
Source

3. Deficiência de vitamina E, por Larry E. Johnson , MD, PhD, University of Arkansas for Medical Sciences - Manual MSD
Source

Artigo
Adição da vitamina E aos alimentos: implicações para os alimentos e para a saúde humana - Revista de Nutrição
Go to source
Tese
O poder das vitaminas, por Micaela Diegues Pires, Universidade Fernando Pessoa, porto, 2012
Go to source
Manual
Deficiência de vitamina E, por Larry E. Johnson , MD, PhD, University of Arkansas for Medical Sciences - Manual MSD
Go to source