Conheça os benefícios da vitamina D

Imagem mostra uma mulher tomando um banho de sol.

Quando falamos em vitaminas, suplementos e compostos que fazem bem para a saúde, a vitamina D sempre é uma das primeiras a ser listadas. Curioso em saber o porquê? Quer descobrir mais sobre essa substância tão fundamental para os nossos corpos? Então fique conosco e conheça os benefícios da vitamina D!

A vitamina D é normalmente associada ao sol e à saúde da pele e dos ossos, mas saiba que ela tem muito mais vantagens do que isso. Descoberta em 1932, até hoje ela surpreende cientistas do mundo todo com as propriedades que apresenta!

Pontos-chave

  • O papel da vitamina D no nosso organismo é fundamental. Ela tem impacto direto em muitos sistemas e influencia principalmente na absorção de cálcio, sendo de grande responsabilidade na saúde dos ossos.
  • Tomar sol é a principal forma de absorção de vitamina D. Caso você não se exponha suficientemente à luz natural, a suplementação se faz necessária.
  • A melhor forma de suplementar vitamina D é através de cápsulas lipossomais, que permitem excelente absorção. Busque uma marca de qualidade, principalmente a Sundt.

Saiba tudo sobre os benefícios da vitamina D

Dentes fortes, ossos resistentes, pele bonita, saúde cardíaca e emocional sempre regulada… A lista de benefícios da vitamina D para os nossos organismos é imensa!

A partir de agora, traremos para você um dossiê sobre a substância, suas características, benefícios e formas de consumo!

Quais as funções da vitamina D no corpo humano?

Nosso corpo precisa de vitamina D. Ele a usa em vários processos essenciais. Entre eles, podemos destacar a absorção de cálcio, que é responsável pelo crescimento e pelo fortalecimento, por exemplo, de ossos e dentes.

Ela também é empregada para regular o crescimento e todas as suas etapas, não se limitando à saúde dos ossos. Por isso, é tão fundamental para crianças e adolescentes.

Outras funções da vitamina D são regular o metabolismo e a presença de fósforo no organismo, colaborar com o sistema circulatório e com a imunidade e garantir o funcionamento de importantes processos celulares como a multiplicação e a diferenciação.

Com tantas funções, podemos perceber o quanto ela é fundamental no organismo humano!

 Imagem mostra um senhor de idade avançada trabalhando.
A vitalidade na terceira idade se torna bem maior com boa dosagem de vitamina D no organismo. (Fonte: JosepMonter/ Pixabay.com)

Quais são os benefícios da vitamina D para o nosso organismo?

Se a vitamina D tem tantas funções no nosso organismo, é claro que também são muitos os benefícios de manter seus níveis sempre regulados!

Quando temos vitamina D em quantias satisfatórias, garantimos a saúde dos nossos ossos. Evitamos doenças como osteoporose e auxiliamos o desenvolvimento muscular. A substância é fundamental para atletas e para quem treina com frequência.

Em crianças e adolescentes, ela ajuda no crescimento. Nas mulheres, impede o surgimento de doenças nos ossos que são comuns após a menopausa.

A vitamina D também tem um grande impacto na saúde mental e serve como agente de prevenção da depressão. Ela mantém o sistema imunológico sempre alerta e previne doenças cardiovasculares.

E como atua na divisão celular, até mesmo as chances de câncer se tornam reduzidas quando temos boa quantidade de vitamina D no organismo!

Quais os sintomas da falta da vitamina D?

São muitos os sintomas que podem indicar falta de vitamina D no organismo. Quando eles aparecem em conjuntos, exames mais específicos precisam ser feitos.

Perda de cabelos, dores constantes nos ossos e nas articulações, dificuldade de ganhos musculares e problemas na cicatrização de machucados podem estar ligados com a falta de vitamina D. Esses sintomas se relacionam com a pouca absorção de cálcio e de fósforo.

Se você fica doente com muita frequência e sofre com infecções constantes, também pode ter falta de vitamina D. Ela é uma grande reguladora do sistema imunológico e te mantém saudável na maior parte do tempo.

Fadiga e cansaço, depressão, falta de ânimo e sonolência excessiva são outros males ligados à deficiência da substância.

Quem possui apenas um desses sintomas pode tê-lo por outros motivos, mas se aparecem combinados, a falta de vitamina D deve ser investigada!

Como podemos consumir vitamina D?

A principal fonte de vitamina D que existe é a luz do sol. Os raios ultravioletas B são responsáveis pela ativação da produção da substância no nosso corpo e é a partir daí que vem 80 a 90% da quantidade dela que possuímos.

Considera-se que vinte minutos de sol por dia nos dá uma quantidade suficiente de vitamina D.

Mas se você é uma pessoa que não toma muito sol por motivos de trabalho ou morar em lugares fechados, precisa adquirir vitamina D por outras fontes. Nesse caso, existem duas possibilidades principais: Alimentação e suplementação.

Voltaremos a falar mais tarde sobre os alimentos ricos em vitamina D e os suplementos que te ajudam a tê-la em grandes quantidades no sangue, mas não se esqueça nunca da importância do sol nessa equação!

Você sabia que o protetor solar não atrapalha a absorção de vitamina D? O British Journal of Dermatology1 chegou a essa conclusão que nos tranquiliza muito, já que é possível ter a substância em nosso organismo ao mesmo tempo que nos protegemos do câncer de pele e envelhecimento precoce.

Vitamina D em excesso faz mal?

A única forma de ter superdosagem de vitamina D no sangue é através de suplementação. Pelo sol, a pele para a produção assim que os níveis suficientes são atingidos, enquanto alimentos não possuem a quantidade necessária para causar esse efeito.

Ter vitamina D em excesso no sangue é, sim, prejudicial. Ela pode desregular a quantidade de cálcio no sangue e levar a vários problemas, principalmente insuficiência renal grave.

Por isso, consuma vitamina D em suplemento apenas com orientação médica!

Qual a dosagem recomendada de vitamina D?

A medida de vitamina D em um organismo não é feita simplesmente pelos miligramas da substância, mas sim em comparação com a quantidade de sangue. Normalmente, é apontado 30 ng/ml como valor ideal.

É por isso que você não deve se auto-medicar: Apenas um profissional da saúde pode apontar o quanto da vitamina é o ideal para o seu tamanho, peso e idade.

Para cada pessoa, o valor é diferente. Vá ao médico para descobrir se precisa de suplementação de vitamina D e, caso positivo, com que dosagem diária.

Conheça as principais fontes de vitamina D

Você não toma sol com a frequência necessária? Sente que talvez tenha deficiência de vitamina D? Já foi diagnosticado?

Não se preocupe! A partir de agora, vamos te apresentar as principais fontes da vitamina, seja em alimentos ou em suplementos.

Alimentos ricos em vitamina D

Se você sofre com deficiência de vitamina D, é difícil voltar aos níveis ideais apenas com alimentação. Ainda assim, existem algumas comidas que possuem boas quantidades da substância.

Como você irá perceber a seguir, a maior parte desses alimentos é de origem animal. Dessa forma, para os veganos e vegetarianos é fundamental fazer uso dos suplementos.

Imagem mostra diversos peixes à venda em um mercado.
Peixes de água salgada são ótimas fontes de vitamina D (Fonte: PICNIC-Foto-Soest / Pixabay.com)

Bife de fígado

Muitas pessoas não suportam comer bife de fígado, mas quem não se encaixa nesse grupo tem uma excelente fonte de vitamina D. Além disso, essa parte do corpo bovino também é riquíssima em ferro e outros nutrientes.

Peixes de água salgada

Os mais famosos peixes de água salgada, como atum, sardinha, bacalhau e salmão, são grandes fontes de vitamina D. Todos eles são capazes de prover uma quantidade bastante satisfatória da substância.

Inclusive, óleos como o de fígado de bacalhau e o de baleia costumam ser vendidos em cápsulas como suplemento de vitamina D. Consumi-los também é uma boa ideia para quem não pode tomar muito sol.

Laticínios

Apesar de nem tanto quanto em bifes ou carnes de peixes, os laticínios como queijos e leites também oferecem boas quantidades de vitamina D.

Existem ainda algumas versões “fortificadas” que recebem doses extras das vitaminas, tornando seu consumo ainda mais vantajoso.

Alimentos para veganos

Se você é vegano, infelizmente não existem muitas opções de vitamina D além da suplementação. As melhores soluções são os cogumelos, como shimeji, shitake e champignons, e os cereais integrais, principalmente a aveia.

Só os alimentos são suficientes ou é preciso suplementar vitamina D?

Como já mencionamos, a principal fonte de vitamina D é o sol. A luz natural é responsável pela produção de cerca de 80% da quantidade dessa substância em nosso organismo.

Os alimentos ricos em vitamina D, por mais que ofereçam uma quantia razoável, não são suficientes para suprir uma possível deficiência que aconteça pela falta de sol ou por algum outro problema no organismo.

Dessa forma, sempre que a deficiência em vitamina D é detectada, torna-se necessária a suplementação.

Quais os tipos disponíveis de suplemento de vitamina D?

A suplementação de vitamina D pode ser feita de três formas básicas: Via cápsulas convencionais, óleo ou cápsulas lipossomais.

  • Suplementação em cápsulas: É a forma mais tradicional e barata. Buscada por muitas pessoas, tem o ponto negativo de proporcionar uma baixíssima absorção, muitas vezes falhando em resolver o problema.
  • Suplementação por óleo: Proporciona um nível de absorção maior do que a suplementação em cápsulas, mas muitas pessoas podem ter problemas pelo gosto ou pela origem normalmente animal do produto.
  • Suplementação por cápsulas lipossomais: É a melhor opção. Proporciona um índice de absorção muito maior e é capaz de ajudar mesmo quem tem grandes dificuldades de absorver vitamina D.

Veja a tabela que preparamos comparando os três tipos:

Cápsulas comunsÓleoCápsulas lipossomais
ConsumoAtravés de cápsulas comunsAtravés de um óleo que deve ser bebido ou colocado na comidaVia cápsulas lipossomais com uma membrana especial
VantagensPreço baixo, fáceis de encontrarProporciona maior absorção que as cápsulas comunsAbsorção muito superior à das demais opções

Como é possível perceber, procurar pelas cápsulas lipossomais te dá a melhor suplementação de vitamina D. Isso se torna ainda mais evidente quando a marca é de qualidade, como é o caso da Sundt. Com ela, você tem a confiança de que seu corpo irá absorver enormes quantidades da substância.

Conclusão

Os benefícios da vitamina D em nosso organismo são muitos. Auxílio no crescimento, melhoria da saúde dos ossos e dentes, impactos no sistema cardiovascular e muito mais. Você precisa sempre ter a certeza de que seus níveis da substância não estão abaixo do ideal!

Caso tenha problemas, porém, não há porque se desesperar! É só fazer uma boa suplementação, de preferência com as cápsulas lipossomais. Marcas de qualidade comprovada, principalmente a Sundt, farão com que a substância D volte a te dar todos os benefícios esperados.

Fonte da imagem destacada: silviarita / Pixabay.com

References (1)

1. Sunscreen photoprotecion and Vitamin D status. Acessado em 27 de agosto de 2020.
Source

Estudo
Sunscreen photoprotecion and Vitamin D status. Acessado em 27 de agosto de 2020.
Go to source