Quais são os benefícios da cúrcuma?

Imagem de cúrcuma.

Você conhece a cúrcuma e os benefícios que essa substância pode proporcionar à saúde? Esse superalimento possui propriedades medicinais que auxiliam na prevenção e tratamento de inúmeras doenças, principalmente quando consumido através da suplementação.

Ao suplementar a cúrcuma, os resultados serão potencializados pela pureza e concentração da substância – principalmente se você optar pelo suplemento lipossomal. Para saber mais sobre a cúrcuma e seus respectivos benefícios, continue a leitura!

Pontos-chave

  • O composto ativo da cúrcuma, chamado de curcumina, proporciona diversos benefícios à saúde por causa das propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias, antimicrobianas e imunoestimulantes.
  • Embora o alimento possua diversas substâncias benéficas para a saúde, quando a cúrcuma é utilizada para temperar carnes, legumes e grãos, as propriedades medicinais não são bem absorvidas.
  • Você encontra o suplemento de cúrcuma em cápsulas ou concentrado. Esse suplemento pode ser comum ou lipossomal. Quando encapsulada em lipossomos, a cúrcuma é absorvida integralmente.

Benefícios da cúrcuma: Tudo o que você precisa saber

A cúrcuma é uma especiaria utilizada como tempero em receitas da culinária oriental, especialmente na China e na Índia. Rica em componentes ativos e propriedades terapêuticas, a cúrcuma previne e trata inúmeras doenças.

Para aproveitar todos os benefícios à saúde promovidos pela curcumina, você deve consumir um suplemento de cúrcuma. Para conhecer todas as características, propriedades e aplicações dessa substância, continue a leitura!

Imagem de uma mulher tomando um suplemento.
O suplemento de cúrcuma é concentrado. (Fonte: Antonio Guillem/ 123RF.com)

O que é a cúrcuma?

Também chamada de Açafrão-da-Terra, a cúrcuma é uma planta herbácea rizomatosa da família do gengibre que possui o nome científico de Cúrcuma Longa L. Essa planta tem coloração alaranjada, sabor picante e amargo e aroma similar ao gengibre e à laranja.

O principal componente da cúrcuma é a curcumina. É essa substância que possui inúmeras propriedades benéficas para o organismo, pois possui propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias, antitumorais, antimicrobianas e imunoestimulantes.

A curcumina também é fonte de minerais como ferro, manganês e potássio, ácidos graxos essenciais, aminoácidos, vitamina B6 e fibras alimentares.

Porém, o organismo não consegue aproveitar todas as propriedades da curcumina, pois a substância é sintetiza e eliminada pelo corpo rapidamente.

Portanto, para aproveitar ao máximo as propriedades da curcumina, você deve suplementar essa substância. Falaremos mais sobre o suplemento de cúrcuma adiante.

Imagem de cúrcuma em pó.
A cúrcuma possui inúmeras propriedades medicinais.(Fonte: Marta Branco/ Pexels.com)

Quais são as propriedades da cúrcuma?

A cúrcuma possui propriedades medicinais comprovadas que ajudam a prevenir e combater inúmeras doenças. Preparamos uma lista com todas as propriedades e benefícios dessa substância:

Ação antioxidante

Uma das principais substâncias da cúrcuma, a curcumina combate os radicais livres, causadores de inúmeras doenças e do envelhecimento precoce. Ao eliminar os radicais livres, seu organismo funcionará de forma muito mais eficiente.

Além disso, a curcumina estimula a atividade das enzimas antioxidantes do organismo. Estudos sugerem que a cúrcuma possui ação antioxidante superior à da vitamina E, referência quando o assunto é antioxidante.

Ação digestiva

Essa substância diminui a acidez gástrica e aumenta o muco de proteção, protegendo contra doenças inflamatórias estomacais como gastrite, refluxo gástrico e úlcera.

A curcumina também protege o fígado contra as hepatites, cirrose, cálculo biliar e vermes. A cúrcuma também ajuda a controlar a síndrome do cólon irritável, gases e mau-hálito.

Ação anti-inflamatória

A cúrcuma possui efeito anti-inflamatório notável, pois ajuda a combater dores crônicas nas articulações e músculos – o combate às dores musculares inclui às causadas pela prática de atividades físicas.

O componente também combate doenças inflamatórias agudas ou crônicas como artrite, tendinite, bursite e traumas.

A curcumina atua em diversos estágios do processo inflamatório, mas sua eficácia é notável, pois essa substância combate a inflamação em nível molecular – muitos estudos provam que a curcumina pode ser comparada a diversos medicamentos anti-inflamatórios, mas sem os efeitos colaterais desses remédios.

Ação antibiótica, antiviral e antifúngica

A cúrcuma possui ação antibiótica, antiviral e antifúngica e pode ser utilizada para prevenir e tratar inúmeras doenças, causadas por esses agentes nocivos.

É verdade que a cúrcuma contribui para a saúde cerebral e previne doenças neurodegenerativas?

A curcumina contribui para a saúde cerebral e previne doenças neurodegenerativas, pois está envolvida no processo de formação dos neurônios.

Também há o aumento dos neurotransmissores cerebrais serotonina e dopamina, responsáveis por controlar o humor, sono, apetite e temperatura corporal. Muitas pessoas consideram a cúrcuma um “antidepressivo natural”.

Além disso, a curcumina pode aumentar os níveis do Fator Neurotrófico Derivado do Cérebro (BDNF), o hormônio que faz com que as células cerebrais se dividam, se multipliquem e formem novas conexões.

Quando há a diminuição dos níveis desse hormônio, podem ocorrer distúrbios cerebrais e doenças neurodegenerativas como Mal de Alzheimer, demência, entre outras.

Imagem de um casal de idosos andando de bicicleta.
A cúrcuma protege contra doenças neurodegenerativas. (Fonte: Mabel Amber/ Pixabay.com)

Como a cúrcuma atua na prevenção contra o câncer?

Pesquisadores afirmam que a ingestão de cúrcuma pode bloquear o crescimento, desenvolvimento e evolução de alguns tipos de cânceres em nível molecular, pois a curcumina atua diretamente na origem da doença, impedindo o aumento descontrolado das células cancerígenas.

A cúrcuma também contribui para a morte das células doentes. Outros benefícios são reduzir a angiogênese, que é o crescimento de vasos sanguíneos nos tumores e impedir a metástase que é a disseminação do câncer para os outros órgãos.

As funções antioxidantes e antitumorais da curcumina se mostraram bastante uteis na proteção das células do cólon, da próstata, da mama, pulmão, sistema digestivo, da pele, entre outros, contra tumores malignos.

De qual modo a curcumina contribui para a saúde feminina?

Os sintomas da TPM e os desconfortos do ciclo menstrual podem ser amenizados ao consumir a cúrcuma diariamente, pois essa substância eleva os níveis de estrogênio no organismo.

Como a cúrcuma atua na prevenção de doenças cardíacas?

A curcumina é capaz de realizar uma limpeza nas veias e artérias, removendo placas de gordura dos vasos sanguíneos e prevenindo a coagulação do sangue, uma das principais causas de ataques cardíacos e derrames.

Além disso, a curcumina ajuda a controlar os níveis de colesterol e triglicérides, principais causadores de doenças cardíacas.

Outra função da cúrcuma é estimular a função endotelial. O endotélio reveste as veias e artérias, controla a pressão e a coagulação sanguínea. Quando ocorre qualquer disfunção no endotélio, as chances de desenvolver doenças cardíacas aumentam exponencialmente.

Algumas pesquisas revelaram que as moléculas de curcumina se comunicam com as células do fígado, direcionando-as para aumentar a produção de proteínas que atuam como receptoras do LDL (colesterol ruim).

Com maior quantidade de receptores de LDL, as células do fígado conseguem eliminar uma quantidade maior de moléculas de colesterol ruim, reduzindo os níveis dessa substância.

Essa substância também fornece vitamina B6, fundamental para manter a homocisteína em níveis adequados. Quando esse aminoácido está presente em níveis elevados no organismo, há um menor risco de danos aos vasos sanguíneos, aterosclerose e doenças cardíacas.

É verdade que a curcumina atua na prevenção e tratamento da diabetes?

A Diabetes Mellitus é uma doença metabólica crônica que eleva a concentração de glicose no sangue. Pesquisas revelam que o estresse oxidativo e as substâncias pró-inflamatórias estimulam o desenvolvimento dessa doença.

Devido às propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes da curcumina, essa substância é bastante promissora no combate à diabetes.

Alguns estudos sugerem que o consumo de cúrcuma pode ser essencial para a redução dos níveis de açúcar no sangue e para reverter a resistência à insulina e a hiperglicemia.

Como e quando consumir a cúrcuma?

A cúrcuma pode ser consumida como condimento em legumes, grãos e carnes, principalmente em receitas de origem oriental. Você também pode consumir o suplemento concentrado ou em cápsulas.

Além de bastante prático, pois pode ser consumido a qualquer hora e lugar, o suplemento de cúrcuma concentrado ou em cápsulas não possui gosto nem cheiro característico dessa especiaria.

A dose diária recomendada é um copinho do suplemento concentrado líquido ou duas capsulas de 250mg a cada doze horas – totalizando 1g de cúrcuma diariamente.

Você pode consumir o suplemento em cápsulas como desejar. Algumas pessoas preferem suplementar ao decorrer do dia, outras preferem tomar a dose diária logo de manhã. Quem pratica atividade física, prefere tomar a cúrcuma antes ou logo depois do treino.

Como escolher um suplemento de cúrcuma?

Como você pode notar ao longo deste artigo, a cúrcuma promove inúmeros benefícios para a saúde. O problema é que a absorção desse nutriente é muito baixa, mesmo quando esse componente é associado a uma fonte de gordura.

Em contrapartida, existem inúmeros benefícios de consumir o suplemento de cúrcuma: O suplemento concentrado ou em cápsulas utiliza cúrcuma orgânica. É possível controlar a dose diária recomendada e há maior praticidade no consumo diário.

Mas além de comprar um suplemento com ingredientes 100% vegetais, certifique-se de comprar um suplemento lipossomal.

O suplemento de cúrcuma lipossomal é encapsulado em lipossomos, nano esferas envoltas em uma camada de ácidos graxos que servem para preservar as moléculas de cúrcuma até que a substância chegue ao intestino e seja sintetizada completamente.

Imagem de uma mulher com uma cápsula na boca.
A cúrcuma lipossomal é muito mais efetiva. (Fonte: Serezniy/ 123rf.com)

Observe também a concentração desse princípio ativo e a composição do suplemento. É importante que a curcumina esteja em uma concentração de 500mg por dose e que esse não haja outros componentes na fórmula.

Além disso, avalie a gramatura das cápsulas. Muitas embalagens indicam o peso da cápsula e não a concentração de curcumina – essa é a informação que você deve procurar.

Procure também pelo selo de certificação orgânica se você deseja garantia de qualidade e aprovação em órgãos responsáveis. O Selo de Produto Orgânico Brasil garante que o produto passou por diversas inspeções antes de ser aprovado para consumo.

Se você estiver em dúvida sobre a qualidade da matéria-prima das cápsulas de cúrcuma, fique atento à coloração do pó de cúrcuma dentro das cápsulas – lembre-se que essa substância possui cor amarelada forte.

E se você for vegano ou vegetariano, saiba que você encontra o suplemento de cúrcuma em cápsulas vegetais.

Existem contraindicações ao consumo de cúrcuma?

A cúrcuma é um superalimento que não apresenta qualquer risco à saúde quando consumida por pessoas saudáveis, em doses adequadas. No entanto, o suplemento é contraindicado para quem tem sensibilidade ou alergia à curcumina.

Também não deve ser ingerido por quem utiliza medicamentos que atuam na coagulação sanguínea, por que essa substância retarda a coagulação sanguínea e isso pode aumentar o perigo de contusões e sangramento em pessoas com transtornos hemorrágicos.

Não exagere no consumo de cúrcuma se você for diabético, pois a curcumina pode diminuir o índice de glicose, que quando muito baixo pode trazer complicações sérias a saúde.

Essa recomendação também vale para quem tem anemia, pois a cúrcuma pode impedir a absorção de ferro, quando consumida em grande quantidade.

A cúrcuma também pode diminuir os níveis de testosterona e o movimento do esperma, comprometendo a fertilidade masculina.

Se você estiver grávida ou amamentando, recomendamos que você consulte um médico antes de suplementar cúrcuma, pois essa substância pode estimular o movimento de contração uterina e iniciar o período menstrual.

Conclusão

Considerada um superalimento, a cúrcuma proporciona inúmeros benefícios a saúde, graças a curcumina, uma substância anti-inflamatória, antioxidante e imunoestimulante.

Para aproveitar ao máximo esses benefícios, você deve suplementar a cúrcuma. O suplemento em cápsulas ou extrato concentrado fornece a dosagem diária adequada e é melhor assimilado pelo organismo.

(Fonte da imagem destacada: Monticello/ 123RF.com)

References (3)

1. Seliprandy Peres, A., Garonci Alves Vargas, E., & Rocha Simonin de Souza, V. (2015). PROPRIEDADES FUNCIONAIS DA CÚRCUMA NA SUPLEMENTAÇÃO NUTRICIONAL. Revista Interdisciplinar Pensamento Científico, 1(2).
Source

2. MARCHI, J. P.; TEDESCO, L.; MELO, A. da C.; FRASSON, A. C.; FRANÇA, V. F.; SATO, S. W.; LOVATO, E. C. W. Curcuma longa L., o açafrão da terra, e seus benefícios medicinais. Arq. Cienc. Saúde UNIPAR, Umuarama, v. 20, n. 3, p, 189-194, set./dez. 2016.
Source

3. SOUZA, Jéssica dos Santos, DOS SANTOS, Lucineia Messias, CRUZ, Tainara Cristina dos Santos, VIEIRA, Diamela Trizoti, FAVARIN, Fabrício Alonso, LOOSE, Janaína Teodósio Travassos Potencial Uso da Cúrcuma Longa Como Anti-Inflamatório. 2018
Source

Estudo científico
Seliprandy Peres, A., Garonci Alves Vargas, E., & Rocha Simonin de Souza, V. (2015). PROPRIEDADES FUNCIONAIS DA CÚRCUMA NA SUPLEMENTAÇÃO NUTRICIONAL. Revista Interdisciplinar Pensamento Científico, 1(2).
Go to source
Estudo científico
MARCHI, J. P.; TEDESCO, L.; MELO, A. da C.; FRASSON, A. C.; FRANÇA, V. F.; SATO, S. W.; LOVATO, E. C. W. Curcuma longa L., o açafrão da terra, e seus benefícios medicinais. Arq. Cienc. Saúde UNIPAR, Umuarama, v. 20, n. 3, p, 189-194, set./dez. 2016.
Go to source
Estudo científico
SOUZA, Jéssica dos Santos, DOS SANTOS, Lucineia Messias, CRUZ, Tainara Cristina dos Santos, VIEIRA, Diamela Trizoti, FAVARIN, Fabrício Alonso, LOOSE, Janaína Teodósio Travassos Potencial Uso da Cúrcuma Longa Como Anti-Inflamatório. 2018
Go to source