Alimentos ideais para evitar a diarreia

Quantas vezes você já teve diarreia? Pelo menos uma vez ao ano, a maioria das pessoas vivencia esse episódio. Geralmente, ela se vai em alguns dias mas há casos em que esse transtorno pode chegar a ser grave (1). Por isso, é importante conhecer os alimentos para diarreia, que podem ajudar no combate aos sintomas.

Mais do que saber quais são eles, é fundamental conhecer a forma ideal de preparar cada um desses ingredientes. Além disso, a ordem em que eles são consumidos também pode influenciar nos efeitos. Como a alimentação é muito importante nestas crises (2), preparamos este artigo para falar com mais profundidade sobre como a nutrição correta influencia o seu bem estar. Fique com a gente!

Pontos-chave

  • A diarreia pode ter origens diversas, mas com uma dieta adstringente por alguns dias, é possível conter a crise sem a necessidade de procurar ajuda médica. Daí a importância dos alimentos para a diarreia.
  • Consumir probióticos diariamente pode ajudar a prevenção dos vários tipos de diarreia. No entanto, se você não gosta de alimentos fermentados, pode recorrer a um suplemento probiótico da Sundt Nutrition.
  • Estes suplementos probióticos não apenas proporcionam a dose segura mas também alta qualidade e uma flora intestinal mais saudável, livre de micro-organismos nocivos. Investir em um suplemento probiótico é garantia de bons resultados!

Quais são os melhores alimentos para diarreia

Você sabia que o sistema digestivo fica mais sensível conforme envelhece? (3) Assim, um alimento diferente já pode desencadear uma crise de diarreia, como os apimentados, por exemplo. A boa notícia é que também existem alimentos que ajudam a combater e prevenir esse desconforto. E é sobre alguns deles que vamos falar agora.

Repondo os líquidos perdidos!

Em primeiro lugar, quando tiver diarreia, é preciso passar por uma etapa de jejum e reidratação. Esta fase pode durar entre algumas horas e um dia. Isso é fundamental porque ajuda a repor os líquidos perdidos e evitar a desidratação.

Além disso, essa medida ajuda a limpar o organismo nos casos em que a origem da diarreia é uma intoxicação alimentar, por exemplo. Veja os líquidos mais adequados (4, 5, 6, 7, 8)

  • Soro ou água com sal, limão, açúcar e bicarbonato. Pode ser o soro comercial ou o caseiro, que deve ser ingerido durante as primeira 24 horas de crise;
  • Água de arroz. Ferva 50 gramas de arroz em um litro e meio de água, sem temperos. Beba depois de ferver a água — e ela estiver esbranquiçada —. Isso ajuda a cortar a diarreia e regular o trânsito intestinal;
  • Água de cenoura. Neste caso, assim como feito com o arroz, ferva as cenouras e beba o caldo;
  • Caldo de frango. Ferva o frango sem a pele e nenhum tipo de gordura. Se quiser, pode adicionar legumes, alho e cebola, mas consuma apenas o líquido;
  • Chás. As melhores infusões para essa fase são o chá preto e o de camomila;
  • Sucos de frutas adstringentes. Suco de romã e água de coco entre outras.
alimentos para diarreia
A água de cenoura funciona muito bem para reidratar o corpo. (Fonte: Kriger: 40562386/ 123rf.com)

Introduza o arroz branco na sua vida!

Se você está passando por um episódio de diarreia, já sabe que, a princípio, é necessário manter a hidratação. Depois disso, pode incluir, aos poucos, alimentos sólidos sem fibras, como o arroz branco. E os motivos para essa escolha são (7, 8, 9, 10, 11):

  • Não contém nenhuma fibra. Elas são importantes para soltar o intestino e não o contrário;
  • É um alimento adstringente. Justamente o tipo de alimento necessário para cortar a diarreia;
  • Pode ter o sabor incrementado. Basta uma colher de azeite de oliva e um dente de alho para transformá-lo em um prato saboroso.

Substitua os lácteos por leite de amêndoas!

Você deve estar se perguntando o porque de não tomar leite e derivados. O alto teor de lactose e a digestão prolongada acabam agravando as crises de diarreia. Com exceção do iogurte, que deve ser consumido na versão integral ou desnatada, os demais derivados podem irritar ainda mais o estômago. (7, 8, 9)

A restrição temporária à lactose também é indicada por outros motivos. Veja:

  • Déficit de lactase. A lactase é a enzima que o corpo utiliza para digerir a lactose (açúcar do leite). Quando há uma crise de diarreia aguda, costuma haver uma queda nos níveis desta molécula;
  • Proliferação de alguns micro-organismos. O leite ajuda no desenvolvimento e reprodução do adenovírus, E.Coli e do rotavírus entre outros agentes que afetam o intestino delgado.

Portanto, recomendamos substituir o leite de vaca pelo leite de amêndoas ou de aveia. Essas alternativas já são comuns nas dietas veganas. Vale experimentar!

alimentos para diarreia
A maioria dos leites vegetais é elaborada sem glúten e sem lactose, com níveis muito baixo de açúcares. (Fonte: Hofacker: 30365296/ 123rf.com)

Redescubra o sabor das carnes e peixes cozidos!

Se você tem o hábito de comer frituras, lembre-se que cozinhar os alimentos reduz o consumo de gordura. Isso facilita o combate à diarreia. Que tal cozinhar um peito de frango com especiarias e um pouco de sal para melhorar o sabor (10, 11, 12)?

As carnes vermelhas e peixes cozidos podem entrar na dieta para diarreia em uma segunda fase, quando a crise já estiver mais branda.

Recupere o gosto por omeletes, ovos cozidos e outros alimentos grelhados!

Assim que a crise de diarreia começa a ceder, você pode entrar em uma nova etapa da dieta. Agora, estão permitidos alguns alimentos grelhados e assados, como (13, 14):

  • Presunto cozido;
  • Peixe, carne bovina ou frango grelhados;
  • Ovos cozidos ou em omeletes;
  • Biscoitos ou produtos a base de farinha integral.
alimentos para diarreia
A diarreia pode ter origens distintas, mas com uma dieta leve e adstringente por alguns dias, é possível contê-la sem ajuda médica. (Fonte: Neumiler: 116461440/ 123rf.com)

Traga mais cores para sua dieta!

Por último, já na terceira fase da dieta para diarreia, você pode acrescentar frutas e verduras à rotina alimentar. Chegou a hora das cores! Nesta etapa, você pode consumir (15, 16, 17, 18):

  • Frutas maduras. Banana, maçã ou pera;
  • Purê de legumes. Pode ser feijão verde, abóbora, cenoura ou abobrinha;
  • Outros legumes. Comece a consumir, pouco a pouco, os legumes cozidos, Caso não se sinta bem, continue com os purês.

Tudo o que você precisa saber para evitar a diarreia

A diarreia pode ter diversas origens. Por isso, as mudanças no cardápio podem ser a melhor solução durante os primeiros dias de crise. Outra forma de controlar e prevenir esse desconforto é com alimentos funcionais, como os probióticos. Já ouviu falar sobre eles?

Por que ficar atento à alimentação durante a diarreia?

Nada de passar fome para combater a diarreia! Durante esse período, é importante cuidar da dieta e repor os líquidos para evitar tanto a desnutrição quanto a desidratação. Por isso, as medidas fundamentais são (19, 20, 21):

Prevenir a desidratação. Siga nossos conselhos sobre hidratação e aproveite mais este: fuja dos isotônicos! Eles não ajudam a recuperar os minerais perdidos com a diarreia;

Dieta astringente. na segunda fase da crise, quando já se nota uma melhora, inclua os alimentos sólidos aos poucos, seguindo o passo que mencionamos há pouco;

Consulte seu médico. Se, depois de alguns dias, a diarreia persistir, é crucial consultar o seu médico de confiança. Fique especialmente atento à presença de sangue ou muco nas fezes ou à ocorrência de febre alta, entre outros sinais de alerta.

alimentos para diarreia
Se, mesmo com a dieta com alimentos para diarreia, os sintomas continuarem, é necessário procurar atendimento médico. (Fonte: Marctran: 117421557/ 123rf.com)

Em que casos os probióticos são recomendados?

Os probióticos, como falaremos em detalhes, ajudam a repovoar o trato digestivo com bactérias saudáveis. Por isso são importantes para prevenir e tratar as diarreias. Além disso, eles podem ser utilizados para tratar (22, 23, 24):

  • Diarreias provocadas por antibióticos;
  • Pacientes com cólon irritável;
  • Diarreia por vírus;
  • Diarreia do viajante.

Um suplemento probiótico considerado eficaz contém, no mínimo, entre 100 milhões e 1 bilhão de UFC (Unidades Formadoras de Colônias). Vale lembrar essa recomendação para garantir um suplemento com dosagem segura, como os da Sundt Nutrition.

Suplementos probióticos para combater a diarreia

Sabia que a microbiota intestinal é habitada por micro-organismos que têm a função de nos proteger? O consumo de alimentos fermentados, como o iogurte, ajuda a aumentar a quantidade das chamadas “bactérias boas”.

Outra forma de conseguir essa regulação intestinal é com o uso dos suplementos probióticos, que devem conter os micróbios eficazes no combate de cada tipo de diarreia(22, 23, 24):

Diarreia do viajante Bifidobacterium lactis, Bifidobacterium bifidum
Diarreia por rotavírus Bifidobacterium lactis, Lactobacillus casei
Diarreia por antibióticos Lactobacillus GG y S. boulardii
Síndrome do intestino irritável Bifidobacterium longum, Bifidobacterium breve, Lactobacillus casei

Muitas pessoas não gostam de iogurte ou outros fermentados como tempeh, kombucha ou chucrute. Se este é o seu caso, nossa recomendação é que adote os suplementos probióticos da Sundt Nutrition, que é fabricado sob os mais altos padrões de qualidade. Assim, você diz “adeus” à diarreia!


Nossa conclusão

A diarreia é um transtorno relativamente comum. Ela pode ter várias causas mas, de forma geral, costuma ser facilmente controlada com a adoção de uma dieta com alimentos para o combate da diarreia. Se eles não forem suficientes, é importante procurar atendimento especializado.

Além dos alimentos para diarreia, que são, sobretudo fermentados, você sempre pode contar com um suplemento de probióticos de qualidade para ajudar a prevenir os episódios de diarreia. Se tiver dúvidas sobre o melhor produto, revise as informações da nossa tabela que descreve a cepa ideal para cada tipo de diarreia.

Gostou deste artigo? Se ele foi útil para você, aproveite para compartilhar com outras pessoas e conhecer mais sobre saúde e sobre nossos produtos e a tecnologia lipossomal no site da Sundt Nutrition. Muito obrigado!

(Fonte da imagem destacada: Naumenko: 123097111/ 123rf.com)

Referências(24)

  1. Diarrheal disease. World Health Organization.
  2. Curso básico sobre Patologías digestivas. Tema 4. Diarrea. Elsevier. Farmacia profesional. Disponível on-line
  3. Is there something in your diet that causes diarrhea? Harvard Medical School.
  4. Libre de lácteos. Dieta astringente contra la diarrea.
  5. Agua de arroz: principales beneficios (y cómo prepararla). Tatiana Zanin. Nutricionista, formada por la Universidad Católica de Santos con registro profesional CRN-3 nº 15097. Tua saúde. Disponível on-line
  6. La alimentación en la diarrea. Instituto de Educación Secundaria (IES) Chapela. Disponível on-line
  7. Diarrea aguda. Sergas (Servicio Galego de Saúde). Disponível on-line
  8. Diarrea. Sociedad Española de Medicina Interna. SEMI. Disponível on-line
  9. Recomendaciones dietético-nutricionales en la diarrea aguda. FEAD. Fundación Española del Aparato Digestivo. Disponível on-line
  10. Therapy for diarrhea. Disponível on-line
  11. Treatment for diarrhea. WebMD.
  12. Eating tips for people with diarrhea. University Health Network. Disponível on-line
  13. Dieta astringente. Recomendaciones nutricionales. Endos Medicina. Disponível on-line
  14. Recomendaciones dietético-nutricionales para una dieta astringente. Servicio Madrileño de Salud. Disponível on-line
  15. Nutritional strategies to control diarrhea. International Foundation for Gastrointestinal Disorders. Disponível on-line
  16. Food Fact – Coping with Diarrhoea. Western Sussex Hospitals. NHS. Disponível on-line
  17. Diarrea. Sociedad Andaluza de Nutrición Clínica y Dietética. Disponível on-line
  18. Recomendaciones para una dieta astringente. Grupo Rivera Salud. Disponível on-line
  19. Diet in the treatment of diarrhea: from tradition to evidence. Robert Steffen, Klaus Gyr. Clinical Infectious Diseases, Volume 39, Número 4, 15/agosto/2004, P. 472–473,
  20. Unit 7 -Medical Education on Diarrhea and Nutrition: Teaching Medical Students About Diarrheal Diseases. Disponível on-line
  21. Nutritional strategies to control diarrhea. IFFGD, International Foundation for Gastrointestinal Disorders. Disponível on-line
  22. Guandalini S. Probiotics for Prevention and Treatment of Diarrhea [Internet]. 2011. PMID: 21992955. Disponível on-line
  23. Health library. Probiotics. Cleveland Clinic.
  24. Probiotics and gastrointestinal infections. Robert A. Britton (1) and James Versalovic (2). 1 Department of Microbiology and Molecular Genetics, Michigan State University, East Lansing, MI 48824, USA. 2. Departments of Pathology, Baylor College of Medicine and Texas Children’s Hospital, 6621 Fannin Street, MC 1-2261, Houston, TX 77030, USA.
Anterior Diarreia: sintomas, causas, tipos e remédios Próximo Quais são as causas da diarreia?
Site oficial Organização Mundial da Saúde
Diarrheal disease. World Health Organization.
Ir para a fonte
Documento oficial
Curso básico sobre Patologías digestivas. Tema 4. Diarrea. Elsevier. Farmacia profesional. Disponível on-line
Ir para a fonte
Site oficial Universidade de Harvard
Is there something in your diet that causes diarrhea? Harvard Medical School.
Ir para a fonte
Site oficial
Libre de lácteos. Dieta astringente contra la diarrea.
Ir para a fonte
Site oficial
Agua de arroz: principales beneficios (y cómo prepararla). Tatiana Zanin. Nutricionista, formada por la Universidad Católica de Santos con registro profesional CRN-3 nº 15097. Tua saúde. Disponível on-line
Ir para a fonte
Documento oficial
La alimentación en la diarrea. Instituto de Educación Secundaria (IES) Chapela. Disponível on-line
Ir para a fonte
Documento oficial
Diarrea aguda. Sergas (Servicio Galego de Saúde). Disponível on-line
Ir para a fonte
Documento oficial
Diarrea. Sociedad Española de Medicina Interna. SEMI. Disponível on-line
Ir para a fonte
Documento oficial
Recomendaciones dietético-nutricionales en la diarrea aguda. FEAD. Fundación Española del Aparato Digestivo. Disponível on-line
Ir para a fonte
Documento oficial
Therapy for diarrhea. Disponível on-line
Ir para a fonte
Site oficial
Treatment for diarrhea. WebMD.
Ir para a fonte
Documento oficial
Eating tips for people with diarrhea. University Health Network. Disponível on-line
Ir para a fonte
Documento oficial
Dieta astringente. Recomendaciones nutricionales. Endos Medicina. Disponível on-line
Ir para a fonte
Documento oficial
Recomendaciones dietético-nutricionales para una dieta astringente. Servicio Madrileño de Salud. Disponível on-line
Ir para a fonte
Documento oficial
Nutritional strategies to control diarrhea. International Foundation for Gastrointestinal Disorders. Disponível on-line
Ir para a fonte
Documento oficial
Food Fact – Coping with Diarrhoea. Western Sussex Hospitals. NHS. Disponível on-line
Ir para a fonte
Documento oficial
Diarrea. Sociedad Andaluza de Nutrición Clínica y Dietética. Disponível on-line
Ir para a fonte
Documento oficial
Recomendaciones para una dieta astringente. Grupo Rivera Salud. Disponível on-line
Ir para a fonte
Artigo científico
Diet in the treatment of diarrhea: from tradition to evidence. Robert Steffen, Klaus Gyr. Clinical Infectious Diseases, Volume 39, Número 4, 15/agosto/2004, P. 472–473,
Ir para a fonte
Documento oficial
Unit 7 -Medical Education on Diarrhea and Nutrition: Teaching Medical Students About Diarrheal Diseases. Disponível on-line
Ir para a fonte
Documento oficial
Nutritional strategies to control diarrhea. IFFGD, International Foundation for Gastrointestinal Disorders. Disponível on-line
Ir para a fonte
Artigo científico
Guandalini S. Probiotics for Prevention and Treatment of Diarrhea [Internet]. 2011. PMID: 21992955. Disponível on-line
Ir para a fonte
Site oficial
Health library. Probiotics. Cleveland Clinic.
Ir para a fonte
Artigo científico
Probiotics and gastrointestinal infections. Robert A. Britton (1) and James Versalovic (2). 1 Department of Microbiology and Molecular Genetics, Michigan State University, East Lansing, MI 48824, USA. 2. Departments of Pathology, Baylor College of Medicine and Texas Children’s Hospital, 6621 Fannin Street, MC 1-2261, Houston, TX 77030, USA.
Ir para a fonte