Alimentos ideais para evitar a diarreia

diarrea-cosa-mangiare

Quantas vezes você já teve diarreia? Pelo menos uma vez ao ano, a maioria das pessoas vivencia esse episódio. Geralmente, ela se vai em alguns dias mas há casos em que esse transtorno pode chegar a ser grave (1). Por isso, é importante conhecer os alimentos para diarreia, que podem ajudar no combate aos sintomas.

Mais do que saber quais são eles, é fundamental conhecer a forma ideal de preparar cada um desses ingredientes. Além disso, a ordem em que eles são consumidos também pode influenciar nos efeitos. Como a alimentação é muito importante nestas crises (2), preparamos este artigo para falar com mais profundidade sobre como a nutrição correta influencia o seu bem estar. Fique com a gente!

Pontos-chave

  • A diarreia pode ter origens diversas, mas com uma dieta adstringente por alguns dias, é possível conter a crise sem a necessidade de procurar ajuda médica. Daí a importância dos alimentos para a diarreia.
  • Consumir probióticos diariamente pode ajudar a prevenção dos vários tipos de diarreia. No entanto, se você não gosta de alimentos fermentados, pode recorrer a um suplemento probiótico da Sundt Nutrition.
  • Estes suplementos probióticos não apenas proporcionam a dose segura mas também alta qualidade e uma flora intestinal mais saudável, livre de micro-organismos nocivos. Investir em um suplemento probiótico é garantia de bons resultados!

Quais são os melhores alimentos para diarreia

Você sabia que o sistema digestivo fica mais sensível conforme envelhece? (3) Assim, um alimento diferente já pode desencadear uma crise de diarreia, como os apimentados, por exemplo. A boa notícia é que também existem alimentos que ajudam a combater e prevenir esse desconforto. E é sobre alguns deles que vamos falar agora.

Repondo os líquidos perdidos!

Em primeiro lugar, quando tiver diarreia, é preciso passar por uma etapa de jejum e reidratação. Esta fase pode durar entre algumas horas e um dia. Isso é fundamental porque ajuda a repor os líquidos perdidos e evitar a desidratação.

Além disso, essa medida ajuda a limpar o organismo nos casos em que a origem da diarreia é uma intoxicação alimentar, por exemplo. Veja os líquidos mais adequados (4, 5, 6, 7, 8)

  • Soro ou água com sal, limão, açúcar e bicarbonato. Pode ser o soro comercial ou o caseiro, que deve ser ingerido durante as primeira 24 horas de crise;
  • Água de arroz. Ferva 50 gramas de arroz em um litro e meio de água, sem temperos. Beba depois de ferver a água — e ela estiver esbranquiçada —. Isso ajuda a cortar a diarreia e regular o trânsito intestinal;
  • Água de cenoura. Neste caso, assim como feito com o arroz, ferva as cenouras e beba o caldo;
  • Caldo de frango. Ferva o frango sem a pele e nenhum tipo de gordura. Se quiser, pode adicionar legumes, alho e cebola, mas consuma apenas o líquido;
  • Chás. As melhores infusões para essa fase são o chá preto e o de camomila;
  • Sucos de frutas adstringentes. Suco de romã e água de coco entre outras.
alimentos para diarreia
A água de cenoura funciona muito bem para reidratar o corpo. (Fonte: Kriger: 40562386/ 123rf.com)

Introduza o arroz branco na sua vida!

Se você está passando por um episódio de diarreia, já sabe que, a princípio, é necessário manter a hidratação. Depois disso, pode incluir, aos poucos, alimentos sólidos sem fibras, como o arroz branco. E os motivos para essa escolha são (7, 8, 9, 10, 11):

  • Não contém nenhuma fibra. Elas são importantes para soltar o intestino e não o contrário;
  • É um alimento adstringente. Justamente o tipo de alimento necessário para cortar a diarreia;
  • Pode ter o sabor incrementado. Basta uma colher de azeite de oliva e um dente de alho para transformá-lo em um prato saboroso.

Substitua os lácteos por leite de amêndoas!

Você deve estar se perguntando o porque de não tomar leite e derivados. O alto teor de lactose e a digestão prolongada acabam agravando as crises de diarreia. Com exceção do iogurte, que deve ser consumido na versão integral ou desnatada, os demais derivados podem irritar ainda mais o estômago. (7, 8, 9)

A restrição temporária à lactose também é indicada por outros motivos. Veja:

  • Déficit de lactase. A lactase é a enzima que o corpo utiliza para digerir a lactose (açúcar do leite). Quando há uma crise de diarreia aguda, costuma haver uma queda nos níveis desta molécula;
  • Proliferação de alguns micro-organismos. O leite ajuda no desenvolvimento e reprodução do adenovírus, E.Coli e do rotavírus entre outros agentes que afetam o intestino delgado.

Portanto, recomendamos substituir o leite de vaca pelo leite de amêndoas ou de aveia. Essas alternativas já são comuns nas dietas veganas. Vale experimentar!

alimentos para diarreia
A maioria dos leites vegetais é elaborada sem glúten e sem lactose, com níveis muito baixo de açúcares. (Fonte: Hofacker: 30365296/ 123rf.com)

Redescubra o sabor das carnes e peixes cozidos!

Se você tem o hábito de comer frituras, lembre-se que cozinhar os alimentos reduz o consumo de gordura. Isso facilita o combate à diarreia. Que tal cozinhar um peito de frango com especiarias e um pouco de sal para melhorar o sabor (10, 11, 12)?

As carnes vermelhas e peixes cozidos podem entrar na dieta para diarreia em uma segunda fase, quando a crise já estiver mais branda.

Recupere o gosto por omeletes, ovos cozidos e outros alimentos grelhados!

Assim que a crise de diarreia começa a ceder, você pode entrar em uma nova etapa da dieta. Agora, estão permitidos alguns alimentos grelhados e assados, como (13, 14):

  • Presunto cozido;
  • Peixe, carne bovina ou frango grelhados;
  • Ovos cozidos ou em omeletes;
  • Biscoitos ou produtos a base de farinha integral.
alimentos para diarreia
A diarreia pode ter origens distintas, mas com uma dieta leve e adstringente por alguns dias, é possível contê-la sem ajuda médica. (Fonte: Neumiler: 116461440/ 123rf.com)

Traga mais cores para sua dieta!

Por último, já na terceira fase da dieta para diarreia, você pode acrescentar frutas e verduras à rotina alimentar. Chegou a hora das cores! Nesta etapa, você pode consumir (15, 16, 17, 18):

  • Frutas maduras. Banana, maçã ou pera;
  • Purê de legumes. Pode ser feijão verde, abóbora, cenoura ou abobrinha;
  • Outros legumes. Comece a consumir, pouco a pouco, os legumes cozidos, Caso não se sinta bem, continue com os purês.

Tudo o que você precisa saber para evitar a diarreia

A diarreia pode ter diversas origens. Por isso, as mudanças no cardápio podem ser a melhor solução durante os primeiros dias de crise. Outra forma de controlar e prevenir esse desconforto é com alimentos funcionais, como os probióticos. Já ouviu falar sobre eles?

Por que ficar atento à alimentação durante a diarreia?

Nada de passar fome para combater a diarreia! Durante esse período, é importante cuidar da dieta e repor os líquidos para evitar tanto a desnutrição quanto a desidratação. Por isso, as medidas fundamentais são (19, 20, 21):

Prevenir a desidratação. Siga nossos conselhos sobre hidratação e aproveite mais este: fuja dos isotônicos! Eles não ajudam a recuperar os minerais perdidos com a diarreia;

Dieta astringente. na segunda fase da crise, quando já se nota uma melhora, inclua os alimentos sólidos aos poucos, seguindo o passo que mencionamos há pouco;

Consulte seu médico. Se, depois de alguns dias, a diarreia persistir, é crucial consultar o seu médico de confiança. Fique especialmente atento à presença de sangue ou muco nas fezes ou à ocorrência de febre alta, entre outros sinais de alerta.

alimentos para diarreia
Se, mesmo com a dieta com alimentos para diarreia, os sintomas continuarem, é necessário procurar atendimento médico. (Fonte: Marctran: 117421557/ 123rf.com)

Em que casos os probióticos são recomendados?

Os probióticos, como falaremos em detalhes, ajudam a repovoar o trato digestivo com bactérias saudáveis. Por isso são importantes para prevenir e tratar as diarreias. Além disso, eles podem ser utilizados para tratar (22, 23, 24):

  • Diarreias provocadas por antibióticos;
  • Pacientes com cólon irritável;
  • Diarreia por vírus;
  • Diarreia do viajante.

Um suplemento probiótico considerado eficaz contém, no mínimo, entre 100 milhões e 1 bilhão de UFC (Unidades Formadoras de Colônias). Vale lembrar essa recomendação para garantir um suplemento com dosagem segura, como os da Sundt Nutrition.

Suplementos probióticos para combater a diarreia

Sabia que a microbiota intestinal é habitada por micro-organismos que têm a função de nos proteger? O consumo de alimentos fermentados, como o iogurte, ajuda a aumentar a quantidade das chamadas “bactérias boas”.

Outra forma de conseguir essa regulação intestinal é com o uso dos suplementos probióticos, que devem conter os micróbios eficazes no combate de cada tipo de diarreia(22, 23, 24):

Diarreia do viajanteBifidobacterium lactis, Bifidobacterium bifidum
Diarreia por rotavírusBifidobacterium lactis, Lactobacillus casei
Diarreia por antibióticosLactobacillus GG y S. boulardii
Síndrome do intestino irritávelBifidobacterium longum, Bifidobacterium breve, Lactobacillus casei

Muitas pessoas não gostam de iogurte ou outros fermentados como tempeh, kombucha ou chucrute. Se este é o seu caso, nossa recomendação é que adote os suplementos probióticos da Sundt Nutrition, que é fabricado sob os mais altos padrões de qualidade. Assim, você diz “adeus” à diarreia!

Nossa conclusão

A diarreia é um transtorno relativamente comum. Ela pode ter várias causas mas, de forma geral, costuma ser facilmente controlada com a adoção de uma dieta com alimentos para o combate da diarreia. Se eles não forem suficientes, é importante procurar atendimento especializado.

Além dos alimentos para diarreia, que são, sobretudo fermentados, você sempre pode contar com um suplemento de probióticos de qualidade para ajudar a prevenir os episódios de diarreia. Se tiver dúvidas sobre o melhor produto, revise as informações da nossa tabela que descreve a cepa ideal para cada tipo de diarreia.

Gostou deste artigo? Se ele foi útil para você, aproveite para compartilhar com outras pessoas e conhecer mais sobre saúde e sobre nossos produtos e a tecnologia lipossomal no site da Sundt Nutrition. Muito obrigado!

(Fonte da imagem destacada: Naumenko: 123097111/ 123rf.com)

References (24)

1. Diarrheal disease. World Health Organization.
Source

2. Curso básico sobre Patologías digestivas. Tema 4. Diarrea. Elsevier. Farmacia profesional. Disponível on-line
Source

3. Is there something in your diet that causes diarrhea? Harvard Medical School.
Source

4. Libre de lácteos. Dieta astringente contra la diarrea.
Source

5. Agua de arroz: principales beneficios (y cómo prepararla). Tatiana Zanin. Nutricionista, formada por la Universidad Católica de Santos con registro profesional CRN-3 nº 15097. Tua saúde. Disponível on-line
Source

6. La alimentación en la diarrea. Instituto de Educación Secundaria (IES) Chapela. Disponível on-line
Source

7. Diarrea aguda. Sergas (Servicio Galego de Saúde). Disponível on-line
Source

8. Diarrea. Sociedad Española de Medicina Interna. SEMI. Disponível on-line
Source

9. Recomendaciones dietético-nutricionales en la diarrea aguda. FEAD. Fundación Española del Aparato Digestivo. Disponível on-line
Source

10. Therapy for diarrhea. Disponível on-line
Source

11. Treatment for diarrhea. WebMD.
Source

12. Eating tips for people with diarrhea. University Health Network. Disponível on-line
Source

13. Dieta astringente. Recomendaciones nutricionales. Endos Medicina. Disponível on-line
Source

14. Recomendaciones dietético-nutricionales para una dieta astringente. Servicio Madrileño de Salud. Disponível on-line
Source

15. Nutritional strategies to control diarrhea. International Foundation for Gastrointestinal Disorders. Disponível on-line
Source

16. Food Fact – Coping with Diarrhoea. Western Sussex Hospitals. NHS. Disponível on-line
Source

17. Diarrea. Sociedad Andaluza de Nutrición Clínica y Dietética. Disponível on-line
Source

18. Recomendaciones para una dieta astringente. Grupo Rivera Salud. Disponível on-line
Source

19. Diet in the treatment of diarrhea: from tradition to evidence. Robert Steffen, Klaus Gyr. Clinical Infectious Diseases, Volume 39, Número 4, 15/agosto/2004, P. 472–473,
Source

20. Unit 7 -Medical Education on Diarrhea and Nutrition: Teaching Medical Students About Diarrheal Diseases. Disponível on-line
Source

21. Nutritional strategies to control diarrhea. IFFGD, International Foundation for Gastrointestinal Disorders. Disponível on-line
Source

22. Guandalini S. Probiotics for Prevention and Treatment of Diarrhea [Internet]. 2011. PMID: 21992955. Disponível on-line
Source

23. Health library. Probiotics. Cleveland Clinic.
Source

24. Probiotics and gastrointestinal infections. Robert A. Britton (1) and James Versalovic (2). 1 Department of Microbiology and Molecular Genetics, Michigan State University, East Lansing, MI 48824, USA. 2. Departments of Pathology, Baylor College of Medicine and Texas Children’s Hospital, 6621 Fannin Street, MC 1-2261, Houston, TX 77030, USA.
Source

Site oficial Organização Mundial da Saúde
Diarrheal disease. World Health Organization.
Go to source
Documento oficial
Curso básico sobre Patologías digestivas. Tema 4. Diarrea. Elsevier. Farmacia profesional. Disponível on-line
Go to source
Site oficial Universidade de Harvard
Is there something in your diet that causes diarrhea? Harvard Medical School.
Go to source
Site oficial
Libre de lácteos. Dieta astringente contra la diarrea.
Go to source
Site oficial
Agua de arroz: principales beneficios (y cómo prepararla). Tatiana Zanin. Nutricionista, formada por la Universidad Católica de Santos con registro profesional CRN-3 nº 15097. Tua saúde. Disponível on-line
Go to source
Documento oficial
La alimentación en la diarrea. Instituto de Educación Secundaria (IES) Chapela. Disponível on-line
Go to source
Documento oficial
Diarrea aguda. Sergas (Servicio Galego de Saúde). Disponível on-line
Go to source
Documento oficial
Diarrea. Sociedad Española de Medicina Interna. SEMI. Disponível on-line
Go to source
Documento oficial
Recomendaciones dietético-nutricionales en la diarrea aguda. FEAD. Fundación Española del Aparato Digestivo. Disponível on-line
Go to source
Documento oficial
Therapy for diarrhea. Disponível on-line
Go to source
Site oficial
Treatment for diarrhea. WebMD.
Go to source
Documento oficial
Eating tips for people with diarrhea. University Health Network. Disponível on-line
Go to source
Documento oficial
Dieta astringente. Recomendaciones nutricionales. Endos Medicina. Disponível on-line
Go to source
Documento oficial
Recomendaciones dietético-nutricionales para una dieta astringente. Servicio Madrileño de Salud. Disponível on-line
Go to source
Documento oficial
Nutritional strategies to control diarrhea. International Foundation for Gastrointestinal Disorders. Disponível on-line
Go to source
Documento oficial
Food Fact – Coping with Diarrhoea. Western Sussex Hospitals. NHS. Disponível on-line
Go to source
Documento oficial
Diarrea. Sociedad Andaluza de Nutrición Clínica y Dietética. Disponível on-line
Go to source
Documento oficial
Recomendaciones para una dieta astringente. Grupo Rivera Salud. Disponível on-line
Go to source
Artigo científico
Diet in the treatment of diarrhea: from tradition to evidence. Robert Steffen, Klaus Gyr. Clinical Infectious Diseases, Volume 39, Número 4, 15/agosto/2004, P. 472–473,
Go to source
Documento oficial
Unit 7 -Medical Education on Diarrhea and Nutrition: Teaching Medical Students About Diarrheal Diseases. Disponível on-line
Go to source
Documento oficial
Nutritional strategies to control diarrhea. IFFGD, International Foundation for Gastrointestinal Disorders. Disponível on-line
Go to source
Artigo científico
Guandalini S. Probiotics for Prevention and Treatment of Diarrhea [Internet]. 2011. PMID: 21992955. Disponível on-line
Go to source
Site oficial
Health library. Probiotics. Cleveland Clinic.
Go to source
Artigo científico
Probiotics and gastrointestinal infections. Robert A. Britton (1) and James Versalovic (2). 1 Department of Microbiology and Molecular Genetics, Michigan State University, East Lansing, MI 48824, USA. 2. Departments of Pathology, Baylor College of Medicine and Texas Children’s Hospital, 6621 Fannin Street, MC 1-2261, Houston, TX 77030, USA.
Go to source